Editorias

A Escola dos Nossos Sonhos

   




Como seria a escola dos nossos sonhos? Mesmo antes de termos a resposta para esta pergunta, adiantamos que a escola dos nossos sonhos só poderia existir num país dos nossos sonhos. Então, vamos antes falar sobre o país dos nossos sonhos…

No país dos nossos sonhos não há espaço para a hipocrisia. Não há espaço para as deslavadas mentiras a que somos submetidos todos os dias. Não há espaço para o descaramento e cinismo políticos. Não há espaço para a corrupção e para a falta de ética nas relações sociais.

No país dos nossos sonhos, as pessoas se respeitam em cada uma de suas diferenças. O preconceito é combatido por todos ao ponto de ser definitivamente banido do mapa. A mesquinhez não ocupa espaço entre homens e mulheres, crianças, jovens ou adultos. O egoísmo não sobrevive e a desfaçatez sucumbe.

No país dos nossos sonhos, a solidariedade impera e a alegria é viva. Neste país, o bom humor contagia todas as pessoas, que fazem das relações interpessoais uma autêntica aquarela com muitas cores. No país dos nossos sonhos, a responsabilidade e a honestidade são comportamentos e valores inegociáveis. Constituem o “dna” de todos os seus habitantes.

É neste país que nós começamos a imaginar a Escola dos Nossos Sonhos. Uma escola acolhedora na qual pais, alunos e mestres convivem harmoniosamente. Uma escola em que os profissionais não disputam espaços, porque têm a consciência da importância do trabalho de equipe.

A Escola dos Nossos Sonhos deveria ser aberta, sem muros ou grades. As salas de aula seriam ambientes de aprendizagem que contariam com a presença de um professor ou de alguns professores, atuando como mediadores do conhecimento a ser construído pelas crianças e jovens. Estes ambientes seriam dotados de infraestrutura tecnológica adequada para fomentar a pesquisa e a busca do conhecimento. Livros seriam doces nas mãos das crianças.A Escola dos Nossos Sonhos 2

Alunos interessados e desejosos de conhecimento. Curiosos e inquietos em sua busca pelo novo, pelo desconhecido seriam os alunos da Escola dos Nossos Sonhos.

Na Escola dos Nossos Sonhos, os agrupamentos seriam espontâneos e não obrigatoriamente por faixa etária. Alunos de diferentes idades poderiam construir seu conhecimento pessoal num mesmo agrupamento.

Nesta escola, os pais seriam parceiros fundamentais no processo educativo, participando ativamente deste momento de formação de seus filhos. Pais envolvidos e comprometidos com a educação de seus pupilos. Pais parceiros. Pais que respeitam os mestres de seus filhos.

A livre e intensa circulação pelos muitos espaços de aprendizagem da Escola dos Nossos Sonhos representaria o prazer pela busca do saber, seja nos livros, seja no convívio com as pessoas, seja por meio dos recursos tecnológicos…

A Escola dos Nossos Sonhos é menos burocrática e mais humana. As escolas dos nossos sonhos são autênticos Centros de Saber, nos quais o conhecimento se constrói pela participação coletiva e espontânea de todos os atores educacionais.

Um dia, a Escola dos Nossos Sonhos não será mais “dos nossos sonhos”. Ela será real!

 

Eduardo Ferreira de Castro.

Especialista em Educação.

Plantão de Notícias 24h - Whatsapp 012 98143 0089 | Notícias do Vale do Paraíba, Sul de Minas e Sul Fluminense

@Instagram

  • Vacina pentavalente volta a ser aplicada na regio  Portalhellip
  • Cruzeiro vai imunizar adolescentes contra HPV Meningite C e Hepatitehellip
  • 9 Encontro dos Motoristas acontece em Cruzeiro no prximo domingohellip
  • Menor de 17 anos  apreendido com 1kg de cocanahellip
  • Parque Alberto Simes fechado desde o final do ano passadohellip
  • Sob forte neblina Via Dutra registra seis acidentes um mortohellip
  • Orquestra de Cruzeiro se apresenta no Teatro Capitlio no prximohellip
  • Inscries para o Encceja 2017 se iniciam em agosto emhellip

Copyright © 2017 Mix Vale

To Top
error: