Grêmio esbarra em datas, mas mantém centroavante na mira

Parceria com Kannemann acelera adaptação de Montoya no Grêmio

Não é porque teve dificuldades na contratação de André, do Sport, que o Grêmio vai desistir de um novo comandante de ataque. Mas promete ter paciência, ainda mais pelas limitações impostas pelo calendário.

“O Grêmio está atrás, mas agora encontrou limites. Inscrição no Gauchão, na Libertadores…”, disse o presidente Romildo Bozan Júnior.

De fato as duas competições tem prazos curtos para inscrição agora. O Gauchão é o início de março, a lista gremista para fase de grupos da Libertadores já foi entregue.

Mas os problemas não correspondem à desistência. Na segunda-feira o clube irá realizar exames novos no uruguaio Gonzalo Carneiro. O atleta de 22 anos tem direitos ligados ao Defensor, adversário inaugural do Tricolor na Libertadores. Caso o quadro clínico no púbis tenha melhorado, é possível uma nova investida.
Romildo Bolzan Júnior não confirma que o clube irá novamente avaliar o uruguaio, mas garante que há interesse em um novo centroavante.

“É bom dizer uma coisa: o Brasileiro começa em abril. Em função da Copa do Mundo, temos essa situação. Todo jogador, por mais que não possa jogar aqui ou ali, tem o Brasileiro. Vamos ter mais um centroavante”, disse o mandatário.

JAEL DESENCANTA E BROCADOR NEM ESTREOU
Por conta de dores musculares, Hernane Brocador não estreou. Segundo o técnico Renato Gaúcho, o jogador relatou o quadro e acabou no banco diante do Novo Hamburgo, na vitória por 3 a 0 no sábado. Já o concorrente, Jael, brilhou. Deu duas assistências e marcou, finalmente, o primeiro gol com a camisa do Grêmio.

“O time ganha uma nova perspectiva, maior que na semana anterior. E não arquivamos os meninos do transição, eles permanecem em avaliação e podem formar o elenco. Temos as limitações na Libertadores, no Gauchão, mas no Brasileiro todos podem jogar. O Grêmio tem uma perspectiva muito boa de elenco”, finalizou Romildo.

To Top