Pai é preso em flagrante suspeito de estuprar filha de 14 anos, em Manaus

Um montador de 36 anos é suspeito de abusar sexualmente da própria filha, de 14 anos. Ele foi preso em flagrante pela Polícia Militar na noite de domingo (11), no bairro Educandos, na Zona Sul de Manaus.

O estupro teria ocorrido por volta das 22h. A vítima relatou para a Polícia Civil que estava dormindo em uma rede na varanda da casa do pai, quando ele chegou visivelmente embriagado e ordenou que ela fosse para o quarto. A garota teria hesitado, mas obedeceu o homem.

De acordo com o relato da adolescente, o pai entrou no quarto, a puxou para cama dele e a agarrou à força. O pai tentou ainda retirar a bermuda que ela usava por baixo do vestido. A adolescente afirmou que tentou fugir, mas o pai a agrediu, mordendo o rosto e o pescoço dela.

A adolescente disse para o pai que estava com fome e ele deixou a jovem ir até cozinha. A garota aproveitou o momento para enviar mensagens para amigos e familiares pedindo socorro.

Amigas acionaram a mãe da adolescente, que é separada do pai e estava no trabalho. A mãe pediu ajuda da irmã, que foi até casa acompanhada de vizinhos. O homem ainda teria ameaçado a mãe da vítima caso ela fizesse denúncia.

Os familiares da adolescente registraram o caso no 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

O pai suspeito de violentar a adolescente foi preso em flagrante pelos policiais militares da 2ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), por volta das 23h. O homem foi levado na madrugada desta segunda-feira (12) para a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) e autuado por estupro.

Segundo a delegada Juliana Tuma, titular da Depca, a vítima confirmou que o pai tentou abusar sexualmente dela e a agrediu. O pai negou que tenha estuprado a filha, mas assumiu que mordeu o pescoço e rosto da adolescente. Ele afirmou também que estava alcoolizado.

“Ele alegou que não queria vê-la em conversas de aplicativos, no Whatsapp, e que tinha ordenado que ela fosse para o quarto. Porém, ele assume que mordeu o rosto e o pescoço da filha, mas diz que foi uma brincadeira. Ele disse que não abriu a porta para vizinha porque não queria falar com ela. Há algumas contradições e depoimentos do próprio pai que corroboram com depoimento da vítima”, afirmou a delegada.

A Depca solicitou da Justiça medidas protetivas para adolescente, para evitar que o pai se aproxime da filha.

O homem será encaminhado para audiência de custódia, no Fórum Henoch Reis.

Fonte G1

To Top
error: