Últimas Notícias

Grupos pró e contra Lula marcam atos para esta terça

Portal Mix Vale Logo Oficial

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Manifestantes pró e contra Lula marcaram atos para esta terça-feira (3), véspera do julgamento no STF do habeas corpus preventivo pedido pela defesa do ex-presidente.

Em São Paulo, defensores de que o ex-presidente permaneça solto e seja candidato à Presidência nas eleições de outubro farão panfletagem na periferia das zonas leste e sul da cidade.

“O que está em jogo no dia 4 é o direito de garantir a ampla defesa para todos os brasileiros. O artigo 5º da Constituição é claro. Ninguém pode ser considerado culpado até se esgotarem todos os recursos de defesa. Por isso fazemos coro: STF defenda a Constituição e mantenha a democracia”, escreveu a senadora Gleisi Hoffmann, presidente do PT, em sua conta no Twitter.

O partido não informou o número de cidades em que haverá mobilizações e nem se Lula participará de alguma delas.

O TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) condenou, em janeiro, o ex-presidente a 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Na semana passada, o tribunal manteve a condenação ao analisar recurso da defesa do petista.

O STF (Supremo Tribunal Federal) concedeu uma liminar que proíbe a prisão do petista até esta quarta (4), quando julgará habeas corpus dele.

No campo oposto, grupos defenderão nas ruas a prisão do ex-presidente.

O Vem pra Rua convocou atos em mais de cem cidades do país. Em São Paulo o ato será às 18h30, na esquina da av. Paulista com a rua Pamplona.

“Queremos que Lula e todos os condenados em segunda instância sejam presos. O caso é emblemático porque uma decisão do STF em favor de Lula vai favorecer a impunidade no Brasil”, diz Adelaide Oliveira, líder do movimento.

O MBL (Movimento Brasil Livre) também prevê manifestações em cerca de cem municípios. 

O grupo realizou uma vaquinha online para financiar os protestos. A meta era somar R$ 11 mil até o dia 4, mas o valor arrecadado já passava de R$ 14 mil na noite de segunda (2).

“O STF quer livrar um dos maiores bandidos da história desse país favorecendo assim a impunidade; nós queremos evitar isso. Precisamos da sua ajuda para que no dia 3/4 ocorra uma linda manifestação que será um símbolo da luta contra a impunidade. Se você não ajudar, ele volta!”, divulgou o MBL nas redes sociais.

Na capital paulistana, o movimento irá reunir seus adeptos em frente ao Masp (av. Paulista, 1578), às 19h.

To Top