Destaque Cidade

Pároco da Catedral de Taubaté, padre Marquinho morre aos 52 anos

Morreu na manhã desta segunda-feira (2) o monsenhor Marco Eduardo Jacob Silva, pároco da Catedral São Francisco das Chagas de Taubaté (SP). Padre Marquinho, como era conhecido, tinha 52 anos e sofria de um câncer no pulmão e no fígado.

A morte do religioso, no hospital 10 de Julho, em Pinda. Ele lutava contra a doença desde 2015. O óbito dele foi informado por volta das 11h30 pelo vigário da catedral, Padre Gustavo Sampaio.

Marco Eduardo Jacob é natural de São Gonçalo do Sapucaí (MG) e foi ordenado padre em 1990 no Santuário de Santa Terezinha em Taubaté. Em 21 de junho, completaria 15 anos à frente da Catedral. Ele também teve passagem como pároco da Basílica de Bom Jesus, em Tremembé, entre 2001 e 2003.

O corpo de Padre Marquinho chegará no final da tarde desta segunda-feira (2) na Catedral São Francisco das Chagas, na praça Dom Epaminondas, para o velório. A expectativa é que comece entre 17h e 18h.

Uma missa de corpo presente será celebrada às 9h desta terça-feira (3) por Dom Wilson, bispo de Taubaté. Não havia até a publicação desta reportagem definição sobre o enterro. A família do religioso é de São Gonçalo do Sapucaí (MG) e o sepultamento pode ser na cidade mineira.

A diocese lamentou a morte do padre. “Padre Marquinho sempre foi zeloso e deixou um legado de dedicação com o ministério sacerdotal, mesmo durante a doença”, afirmou padre Jaime Lemes, assessor de imprensa da Diocese de Taubaté. Fonte www.g1.com.br

To Top