Destaque Cidade

Morre Guilherme Uchoa, presidente da Assembleia de Pernambuco

O presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado estadual Guilherme Uchoa, morreu na madrugada desta terça-feira (3) após uma parada cardiorrespiratória.

Uchoa tinha 71 anos e estava internado desde domingo (1º) no Hospital Português, no Recife, onde deu entrada com um edema agudo no pulmão. Ele deixa mulher, dois filhos e seis netos.

Presidente da Assembleia de Pernambuco há seis mandatos consecutivos, o deputado era uma dos principais aliados do governador Paulo Câmara (PSB) e foi homem de confiança do ex-governador Eduardo Campos, morto em 2014.

Comandou a Assembleia durante os três recentes governos do PSB em Pernambuco, sendo principal fiador de Campos e Câmara no Legislativo.

Com trajetória política no PDT, Uchôa havia filiado-se recentemente ao PSC, partido pelo qual disputaria a reeleição para a Assembleia Legislativa e apoiaria seu filho, Guilherme Uchôa Junior, em sua primeira candidatura a deputado federal.

Natural de Timbaúba (100 km do Recife), foi escrivão de polícia e fez carreira como juiz de direito antes de ingressar na política. Foi eleito para o primeiro mandato como deputado estadual em 1994.

O governador Paulo Câmara decretou cinco dias de luto oficial. Em nota, lamentou a morte do aliado e prestou solidariedade aos familiares do deputado.

“Foi uma grande perda. Guilherme vai fazer muita falta, pois era uma pessoa com muita experiência, tanto na magistratura quanto na presidência da Assembleia. Uma pessoa que ajudou muito a governar Pernambuco”, afirmou Câmara.

O corpo do deputado será velado nesta terça, a partir das 10h, na Assembleia Legislativa de Pernambuco. O enterro será às 17h no cemitério de Igarassu, cidade da Região Metropolitana do Recife.

Morre Guilherme Uchoa, presidente da Assembleia de Pernambuco
To Top