Destaque Cidade

Maradona pede desculpas ao presidente da Fifa após criticar arbitragem

Diego Maradona pediu desculpas ao presidente da Fifa, Gianni Infantino, nesta quinta-feira (5), pelos comentários que fez contra a arbitragem de Inglaterra x Colômbia. O argentino chegou a falar que o duelo foi um “roubo monumental” contra os colombianos.

“Tomado pela emoção de torcer pela Colômbia no outro dia, eu disse muitas coisas e, admito, algumas delas inaceitáveis”, escreveu Maradona na legenda de uma foto em que aparece com Infantino, publicada em sua conta no Instagram.

O advogado do ex-jogador argentino, Matias Morla, ainda reforçou a mensagem via Twitter. “Diego Maradona se desculpa com o presidente Infantino por seus dizeres sobre a Fifa e tem absoluto respeito pela instituição e pelo trabalho dos árbitros”, publicou.

Na quarta (4), a Fifa divulgou um comunicado condenando as declarações do ex-meia. Em texto, a entidade garantiu que “reprova energicamente as críticas sobre a atuação dos árbitros, que considera positiva, em um jogo duro e muito emotivo”.

As críticas de Maradona haviam sido feitas no programa De la mano del Diez, transmitido pela emissora venezuelana de televisão TeleSUR. “Hoje, vi um roubo monumental em campo. Peço desculpas a todo o povo colombiano, mas os jogadores não têm culpa. Este juiz não pode apitar uma partida de uma magnitude dessas nas oitavas de final”, disse na ocasião.

O duelo entre ingleses e colombianos, na terça (3), terminou com empate em 1 a 1 no tempo normal e precisou ser decidido nos pênaltis, com vitória e classificação para as quartas de finais da Inglaterra.

Maradona pede desculpas ao presidente da Fifa após criticar arbitragem
To Top