Destaque Cidade

Corinthians joga para superar sina de quedas nas oitavas da Libertadores

Portal Mix Vale Logo Oficial

No século em que conquistou o seu primeiro título da Libertadores, o Corinthians tem de lidar também com um trauma na competição sul-americana. Desde 2001 -com exceção do ano de 2012, quando foi campeã-, a equipe não consegue ir além das oitavas de final.

Foram oito participações nesse período, com seis eliminações no primeiro mata-mata após a fase de grupos.

Em 2011, nem da preliminar o time passou, ao ser superado pelo modesto Tolima, equipe da Colômbia.

Na noite desta quarta (8), contra o Colo-Colo, às 21h45, no Chile, o time alvinegro terá mais uma chance de se livrar dessa sina. Viajou com o objetivo de trazer uma boa vantagem no placar para decidir a vaga no próximo dia 28, em Itaquera.

“Vamos buscar o resultado positivo. O jogo bonito fica em segundo plano, o resultado conta mais”, afirmou o goleiro Cássio, único titular remanescente do título de 2012, na última vez que o Corinthians passou das oitavas.

“Temos de almejar a vitória. Na pior das hipóteses, sair com um empate”, acrescentou o goleiro corintiano.

A confiança de Cássio se deve ao favoritismo da equipe brasileira. O time chegou ao mata-mata com a oitava melhor campanha geral.

Já o Colo-Colo teve a pior pontuação entre os 16 classificados. Na classificação geral, ficou em 19º, atrás de times que não passaram às oitavas.

O técnico Osmar Loss, no entanto, não quer ver sua equipe cair na onda do favoritismo. O Corinthians já esteve nessa condição outras vezes e acabou eliminado. Foi assim em suas quedas recentes, contra Guaraní, do Paraguai, e Nacional, do Uruguai, em 2015 e 2016, respectivamente.

Para Loss, mais do que uma suposta superioridade técnica, os jogadores precisam ter mais controle emocional do que o adversário para vencer.

“Você tem de estar preparado emocionalmente para construir ou desconstruir uma vantagem em um prazo curto”, afirmou o treinador.

Com os retornos de Fagner, Danilo Avelar e Gabriel, o Corinthians vai a campo com o que tem de melhor nesta noite. O trio foi poupado da última partida, contra o Atlético-PR, pelo Brasileiro, justamente para descansar para o duelo com os chilenos.

A escalação, portanto, deve ser a seguinte: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar; Gabriel, Douglas; Pedrinho, Jadson, Clayson; Romero.

O paraguaio completará uma importante marca nesse jogo. A partida contra os chilenos será a 200ª do jogador pelo time alvinegro. Ele acumula 38 gols e quatro títulos: bicampeonato brasileiro (2015 e 2017) e também do Paulista (2017 e 2018).

Atualmente, Romero vive um de seus melhores momentos pelo clube. Fez oito gols nos últimos dez jogos.

“Acostumei mal a torcida, mas é normal, agora estou jogando mais centralizado. Óbvio que eu também estou querendo fazer gols em todos os jogos, tento melhorar a cada dia”, disse o paraguaio.

COLO COLO

Orión; Opazo, Zaldivia, Insaurralde, Pérez; Carmona, Valdés, Baeza, Valdivia; Barrios, Paredes. T.: Hector Tapia

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Henrique, Danilo Avelar; Gabriel, Douglas, Jadson; Pedrinho, Romero, Clayson. T.: Osmar Loss

Estádio: Monumental David Arellano, em Santiago (CHI)

Horário: 21h45 desta quarta

Juiz: Wilmar Roldán (COL)

To Top