Os canais Esporte Interativo deixarão de existir em todas as operadoras de TV por assinatura. Segundo apurou o UOL Esporte, um anúncio foi feito no grupo Turner na manhã desta quinta-feira (9) para os funcionários nas sedes do grupo, no Rio de Janeiro e em São Paulo.

O Esporte Interativo não confirma, mas segundo apurou o UOL Esporte, a migração da grade significa o fim de alguns programas e de seu site. Assim, cerca de 250 funcionários da emissora foram demitidos. No momento do anúncio, algumas pessoas não conseguiram conter o choro.

O UOL Esporte apurou que os funcionários não sabiam da mudança até a manhã desta quinta-feira. Os que foram demitidos permanecerão em licença remunerada até que um acordo com o sindicato dos jornalistas seja feito.

Logo que o anúncio foi realizado, por volta das 11h, os três canais do grupo passaram a transmitir um mesmo documentário, sem a marca do canal.

Apesar do fim da emissora, o grupo manterá os compromissos previamente assumidos com clubes e Uefa e transmitirá o Campeonato Brasileiro, a partir de 2019, e a Liga dos Campeões nos próximos três anos.

Em nota oficial publicada nas redes sociais, a emissora, contudo, afirma que deixará de transmitir competições “que nos orgulhamos muito durante os últimos anos”, sem especificar quais seriam os torneios. A Copa do Nordeste é uma das que deixará de ser transmitida pelo canal.

O Esporte Interativo também seguirá como marca nas redes sociais. A página do Facebook da emissora, por exemplo, continuará a ter postagens. Além disso, apesar de não confirmar oficialmente, as transmissões da Liga dos Campeões devem acontecer na fanpage do canal, em acordo que ainda será assinado.

“Pessoalmente, e em especial para os nossos fãs de esportes, é difícil ver o fim dos canais Esporte Interativo. Mas a decisão vai fortalecer nossas marcas e possibilitar uma melhor oferta de esportes em plataformas digitais e nossa relação direta com o consumidor de internet, impulsionado pelo engajamento do Esporte Interativo nesses meios. As audiências de esportes estão claramente migrando para essas plataformas e a Turner está comprometida em liderar com esta transformação no nosso mercado, o mais importante para a empresa depois dos Estados Unidos”, diz Antonio Barreto, gerente geral da Turner Brasil.

Com a migração, o grupo Turner apostará no Space e TNT como canais “superstations”, um conceito que é considerado sucesso no mercado americano. Assim, ambos terão produtos premium de todos os gêneros. É a primeira vez que a TV fechada no Brasil aposta em produtos de variados segmentos em um mesmo canal.

O encerramento do Esporte Interativo passaria pela aquisição da Turner, empresa dona do canal, pela AT&T, gigante de telecomunicações americana. Para se adequar as leis brasileiras, era necessário que a emissora reduzisse a operação para não ser acusada de abuso de poder econômico. Ficou decidido, então, que não valeria a pena manter uma marca local e colocar em risco um acordo mundial.

Confira a nota oficial do Esporte Interativo

“Nós do Esporte Interativo/Turner, agora uma afiliada AT&T, anunciamos hoje que estamos migrando a nossa programação de TV com o futebol nacional e internacional para as marcas TNT e Space. A Turner continua comprometida com a Liga dos Campeões da UEFA pelas próximas três temporadas, iniciando as transmissões a partir deste mês. Além disso, a partir do ano que vem, começaremos a transmitir a série A do Campeonato Brasileiro até 2024.

Os canais do Esporte Interativo na TV serão desativados nos próximos 40 dias e deixaremos de transmitir competições que nos orgulhamos muito durante os últimos anos. Entretanto, as nossas atividades no mundo digital seguem firmes, e continuaremos levando a emoção que o Brasil merece pra vocês através do nosso Facebook, Instagram, Youtube, Twitter, EI Plus e qualquer outra plataforma digital em que os apaixonados por esporte estejam presentes.

Não dá pra negar que estamos tristes com o fim dos canais Esporte Interativo na TV, mas ao mesmo tempo estamos ansiosos e animados com o futuro, em que estaremos todos os dias na TNT e Space, com as mesmas narrações, comentários e brincadeiras que nos acostumamos a ouvir nos últimos 11 anos. E claro, seguiremos juntos, diariamente, com a nossa família de mais de 20 milhões de fãs nas redes sociais. Muito obrigado pelo apoio de sempre. Contamos com vocês nessa nova caminhada. Tamo junto!”