Últimas Notícias

Ex-mulher, filho e trans se reúnem em ato pró-Bolsonaro em Resende

RESENDE, RJ (FOLHAPRESS) – “Somos inteligentes, Bolsonaro presidente!” O coro reúne dezenas de mulheres, de várias cores e classes, em ato a favor de Jair Bolsonaro (PSL) organizado por sua ex-mulher Ana Cristina Valle, 51, em Resende (RJ), neste domingo (16). 

Nas redes sociais, ela voltou a assinar Cristina Bolsonaro. Com esse nome disputa uma vaga na Câmara dos Deputados pelo Podemos, partido ao qual se filiou a convite de Romário.

A passeata que margeia um rio local é uma contraposição ao movimento Mulheres Contra Bolsonaro. São ativistas como a trans Vyvian Melo, 28, que se diz cansada do discurso de que o capitão reformado vai “sair matando LGBTQ”. 

Ela é contra o discurso armamentista de Bolsonaro e se recusa a simular uma arminha com a mão, gesto que Ana Cristina faz com gosto. Para Vyvian, trata-se de uma “apologia ao crime” da qual ela quer distância. 

Mas, “no país que mais mata travesti”, a bandeira da segurança pública que Bolsonaro levanta é muito bem-vinda, afirma. E quem diz que ele defende discurso de ódio não sabe do que está falando, continua.

Ana Cristina mora em Resende, cidade onde seu ex se formou no Exército, na Aman (Academia Militar das Agulhas Negras), nos anos 1970. Dividem a casa ela, o atual marido e Jair Renan, 20, o caçula dos quatro filhos homens do presidenciável –com a atual esposa, Michelle, Bolsonaro tem Laura, 7.

O ato deste domingo é “um apoio ao Jair, uma união de pessoas com pensamento positivo pra que ele saia dessa”, diz Ana Cristina, em referência ao ataque a faca que Bolsonaro sofreu.

Quanto às mulheres que marcham contra seu ex, de quem se separou há 11 anos, “eu desprezo”, afirma. “Elas colocaram um pano na frente da verdade, ele não é contra as mulheres.”

No carro de som, ela prometeu fazer campanha pelo candidato acamado. O público reagiu aos gritos de “a nossa bandeira jamais será vermelha”.

Jair Renan caminhou com a turma do fundão. Reconhecido pela multidão, virou o mais assediado para pedidos de selfie.

 

To Top
error: