Crimes

Médico é preso com seis armas enquanto mantinha mulher, mãe e filha reféns na Região Centro-Sul de BH

Um médico cardiologista de 30 anos foi preso com seis armas na madrugada desta sexta-feira (28) no bairro Barro Preto, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar (PM), ele estava mantendo em cárcere privado a mulher, a mãe e a filha de nove meses.

Os vizinhos chamaram a polícia e disseram que escutaram disparos de armas de fogo. Quando os militares chegaram no local, o homem estava com uma arma na mão. “Chegamos ao local e vimos um cidadão bastante alterado com uma arma de fogo na mão e familiares no imóvel”, contou o soldado Átila Brito.

Segundo o militar, depois de uma negociação com os policiais, o médico deixou a arma no chão e foi detido. O soldado explicou que o homem é usuário de drogas e que a família estava tentando levá-lo para uma clínica de reabilitação.

Ainda conforme a PM, o médico não aceitou o tratamento e teria usado as armas para amedrontar profissionais de uma clínica.

O soldado informou que as armas estavam no guarda-roupas de um dos quartos da casa. Por não ter posse, o médico foi levado para a Central de Flagrantes da Polícia Civil (Ceflan), no bairro Floresta.

Médico é preso com seis armas enquanto mantinha mulher, mãe e filha reféns na Região Centro-Sul de BH
To Top