Rio de Janeiro

Bolsonaro descarta aliança com Witzel e se declara neutro no Rio

Bolsonaro falou rapidamente com jornalistas ao chegar na manhã deste sábado à casa do empresário Paulo Marinho, no Jardim Botânico, Zona Sul do Rio, onde tem feito as gravações de seus programas eleitorais. Sobre Wilson Witzel, candidato do PSC ao governo do Rio, o candidato do PSL descartou uma aliança.

– No Rio, vamos ficar neutros – afirmou, após Eduardo Paes (DEM) elogiá-lo publicamente na última semana.

Na reta final da campanha de primeiro turno, Flávio Bolsonaro, filho de Jair e senador eleito pelo Rio, abraçou a campanha do candidato do PSC. Witzel tem exibido imagens ao lado de Flávio em seu programa eleitoral.

– O juiz colou no Flávio. É onde ele cresceu. Os candidatos, cada um tinha seu calcanhar de Aquiles. Mas eu orientei a garotada, no segundo turno, a ficar neutro – disse Bolsonaro.

A cúpula do PSL afirmou que o candidato do partido manterá a neutralidade nos estados, com exceção de Roraima, Rondônia e Santa Catarina, onde candidatos da legenda ainda seguem na disputa.

Eduardo Paes disse, neste sábado, que Jair Bolsonaro (PSL) cumpriu um papel importante para a democracia ao declarar que se manterá neutro na disputa eleitoral do Rio, sem manifestar apoio a nenhum dos candidatos ao Palácio Guanabara no segundo turno.

— O Bolsonaro cumpriu um papel importante para a democracia hoje ao permitir que a população do Rio possa comparar com lucidez os candidatos. As pessoas estão querendo votar em alguém pensando que representaria o Bolsonaro aqui – disse Paes, fazendo referência ao adversário Wilson Witzel, do PSC.

Fonte Extra Online

To Top