PETRÓLEO-Preços caem com "problema triplo" podendo causar excesso de oferta

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo recuaram quase 2 por cento nesta quinta-feira, conforme os investidores focaram no inchaço da oferta global, que está aumentando mais rápido do que o esperado.

O mercado manteve o foco na produção recorde de petróleo dos Estados Unidos e em sinais do Iraque, de Abu Dhabi e da Indonésia de que a produção crescerá mais rapidamente do que o esperado em 2019.

Os temores de um possível excesso de oferta abafaram um rali no começo da sessão, guiado pelos dados da China que mostraram uma importação de óleo recorde.

"Há um problema triplo, composto pelo aumento dos estoques norte-americanos, a sobreprodução da Opep e a diluição das sanções sobre o Irã", disse Bob Yawger, diretor de futuros da Mizuho.

Os futuros do petróleo Brent perderam 1,42 dólar, ou 1,97 por cento, a 70,65 dólares por barril, uma mínima desde meados de agosto.

O petróleo dos EUA (WTI) caiu 1 dólar, ou 1,6 por cento, para 60,67 dólares o barril, sua mínima desde 14 de março.

Nas negociações após o fechamento, as duas referências estenderam as perdas.

(Por Jessica Resnick-Ault; Reportagem adicional por Amanda Cooper e Henning Gloystein)

Notícias em Destaque