Últimas Notícias

Juros seguem direção dos Gilts e recuam em meio a preocupações com Brexit

Os rendimentos dos títulos públicos dos Estados Unidos recuaram nesta quinta-feira, 15, à medida que os Treasuries foram procurados pelos investidores em meio a preocupações recentes envolvendo o processo de saída do Reino Unido da União Europeia.

Próximo ao horário de fechamento das bolsas de Nova York, o retorno da T-note de dois anos caía para 2,858%; o juro da T-note de dez anos cedia para 3,106% e o yield do T-bond de 30 anos destoava dos demais e subia levemente para 3,359%.

Os rendimentos, que caem quando os preços dos títulos sobem, recuaram durante todo o dia, após uma série de ministros do governo do Reino Unido se demitirem em protesto contra um acordo do Brexit que os negociadores britânicos e europeus alcançaram na terça-feira. O plano para o Brexit enfrenta oposição generalizada no Parlamento britânico e levanta questões sobre o futuro da primeira-ministra Theresa May no cargo, além de criar incertezas sobre a economia da Europa, que já vem apresentando sinais de desaceleração.

Nos mercados de dívida europeus, a turbulência política em solo britânico fez com que o juro do Gilt britânico de dez anos cedesse para 1,228%, enquanto o retorno do Bund alemão de mesma maturação caiu para 0,363%.

A queda dos juros dos Treasuries também se deu depois que o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Jerome Powell, disse na noite de quarta-feira que o banco central estava monitorando a desaceleração no crescimento econômico global, o qual ele diz ser um assunto importante para a economia americana.

Enquanto Powell minimizou a ideia de que o Fed mudaria seu plano de aperto baseado na recente volatilidade nos mercados financeiros, alguns investidores ainda interpretaram suas observações como se inclinando a uma direção mais cautelosa. “Acredito que os comentários dele foram ligeiramente defensivos, porque ele reconheceu que o crescimento irá enfrentar muitos ventos desfavoráveis, o que poderia ter impacto no caminho do Fed para elevar as taxas de juros”, disse o diretor de renda fixa do Deutsche Bank, Gary Pollack. Fonte: Dow Jones Newswires.

Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

To Top