Últimas Notícias

Roberta Sá fala sobre show com bandolinista Hamilton de Holanda

Enquanto se prepara para lançar, em 2019, um disco só de composições inéditas de Gilberto Gil, Roberta Sá se junta ao bandolinista Hamilton de Holanda em show. A seguir, ela fala sobre as apresentações, que devem privilegiar clássicos da MPB.

Como surgiu a ideia do show com Hamilton? A gente fez uma turnê por cidades dos Estados Unidos. Eu e ele somos da mesma geração e temos uma afinidade muito grande, mas nunca montamos juntos um repertório. Decidimos oficializar esse show porque houve uma demanda, as pessoas queriam ver a gente junto. É uma troca que tem a ver com a fluidez da relação. Hamilton é um músico brilhante.

O que o público vai escutar nos shows? Nos Estados Unidos, ensaiamos coisas na estrada. Hamilton ia tocando o bandolim no carro, no banco de trás, e ele ia me perguntando se eu gostava de determinada música. Uma que funcionou muito é ‘Só Louco’, de Dorival Caymmi. Outra que a gente faz junto é ‘De Frente pro Crime’ (João Bosco e Aldir Blanc). Pode entrar coisa até no camarim. Temos a liberdade de conversar e fazer o que estamos a fim naquele dia.

Um formato desse, com apenas voz e um instrumento, exige mais de você? É diferente, e eu acho que a plateia também se coloca em outro lugar de atenção. É outro tipo de profundidade. Fazendo um desses shows com Hamilton, até respirar a gente respirou junto.

ONDE: Teatro J. Safra (627 lug.). R. Josef Kryss, 318, Barra Funda, 3611-3042. QUANDO: 6ª (16) e sáb. (17), 21h. QUANTO: R$ 50/R$ 160. Cc.: todos. Cd.: todos.

Renato Vieira
Estadao Conteudo
Copyright © 2018 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

To Top