Africa

Fifa deveria fazer Copa do Mundo de 2022 com 48 seleções se possível, diz Infantino

Presidente da Fifa, Gianni Infantino, discursa em evento em Dubai, Emirados Árabes Unidos 02/01/2019 REUTERS/Satish Kumar

A Fifa deveria, se possível, aumentar o tamanho da Copa do Mundo de 2022 no Catar de 32 para 48 times, opinou Gianni Infantino, presidente da entidade que governa o futebol mundial.

No mês passado Infantino disse que a maioria das federações nacionais concorda com a expansão do torneio e que se espera uma decisão antes do sorteio de março.

Infantino, que se pronunciou em uma conferência de esportes nesta quarta-feira, também disse que a Fifa está estudando se seria possível alguns dos vizinhos do Catar no Golfo Pérsico sediarem algumas das partidas.

Em dezembro ele disse que seria “difícil” realizar um Mundial ampliado somente no Catar.

Em junho de 2017, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Barein e Egito lançaram um boicote diplomático e comercial contra o Catar que complicou a perspectiva de um torneio compartilhado.

Estes países acusam o Catar de apoiar o terrorismo, o que Doha nega.

Em 2017 a Fifa votou a favor de se ampliar a Copa do Mundo de 32 para 48 seleções a partir de 2026, mas desde então Infantino vem estudando a possibilidade de adiantar a mudança para 2022.

“Se você acha que é uma coisa boa ter 48 times na Copa do Mundo, por que não tentar quatro anos antes? É por isso que estamos analisando se é possível ter 48 times já em 2022”, disse Infantino nesta quarta-feira.

“A Copa do Mundo acontecerá no Catar com 32 times. Obviamente, se pudermos aumentá-la para 48 times e fazer o mundo feliz, deveríamos tentá-lo.”

(Por Tom Arnold e Hardik Vyas)

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF010PG-VIEWIMAGE

To Top