Brasil

O ensino do espanhol ainda é uma matéria pendente no Brasil

Sabemos que o espanhol é um idioma que não tem tanta evidência no Brasil. O inglês é o carro chefe, sem sombra de dúvidas, mas ambos são importantes para a sua carreira profissional. Fazer aula em espanhol pela internet ou em escolas de idiomas é um fator decisivo para a sua carreira.

Aprender um outro idioma além do inglês é um belo diferencial em sua carreira profissional e até mesmo em sua vida pessoal. Definitivamente, o conhecimento é tudo. Podemos dizer que o crescimento do inglês fez que o espanhol perdesse espaço no mercado de um modo geral, mas ainda está forte, e tende a crescer ainda mais.

Não podemos perder oportunidades profissionais de forma alguma, sendo assim, não perca tempo. Aprenda o espanhol o mais rápido possível. Nunca é tarde para recomeçar a vida.

Os motivos do espanhol ser um idioma ainda pendente no Brasil

O Brasil ainda carece de melhores condições educacionais. Um ensino de melhor qualidade que realmente qualifique os profissionais de todos os segmentos. Pode ter certeza que um profissional bem preparado e que fale além do português o espanhol e o inglês, tem um salário bem melhor e poderá crescer dentro da empresa.

Se você quiser bons professores de espanhol, é fácil acha-los – nas escolas de idiomas, nas plataformas de ensino a distância e em aulas particulares. A importância do espanhol diante do Mercosul é muito grande, portanto, vale a pena investir o seu tempo e dinheiro neste idioma tão importante.

A presença americana no Brasil é muito grande como sabemos, sendo assim, o inglês é o idioma carro chefe. Se sua empresa tem contato com os países asiáticos, o inglês é o idioma escolhido. Se sua empresa tem contato na América do Sul, o espanhol é o mais apropriado. Está vendo a diferença?

O espanhol é a grande mola propulsora do Mercosul – o Brasil tem parceiros comerciais importantes e que merecem uma atenção mais do que especial. São boas chances de negócios por toda parte, importação e exportação, etc.

Diante destes argumentos, o idioma não pode ficar em segundo plano. Tem também o lado pessoal. Você pode ir a Espanha, por exemplo, e falar o espanhol e não o inglês.

Infelizmente, a educação brasileira ainda carece de tempo para amadurecer. As escolas precisam investir mais em materiais didáticos do espanhol e torna-los matéria obrigatória como o inglês é.

Você que é pai de aluno, procure incentivá-lo a estudar o espanhol. Este incentivo e motivação é o principal fator que poderá mudar a vida do seu filho para sempre. Vale a pena investir mesmo no futuro do mesmo.

To Top