Últimas Notícias

Detentas sofrem queimaduras em incêndio em presídio de Porto Alegre

portal mix vale notícias últimas

Duas detentas que sofreram queimaduras durante um incêndio no Presídio Feminino Madre Pelletier, em Porto Alegre (RS), neste domingo (10), continuam internadas em hospitais públicos da capital gaúcha.

Segundo a Superintendência estadual dos Serviços Penitenciários, uma delas teve queimaduras em 60% do corpo e foi transferida para o Hospital Cristo Redentor, referência nesse tipo de atendimento. A outra apenada, que está internada no Hospital de Pronto Socorro (HPS), teve 30% do corpo atingido pelas chamas.

Ainda de acordo com a superintendência, foi a detenta que está internada no HPS quem ateou fogo no colchão da presa que teve 60% do corpo queimado. As duas dividiam uma cela e se desentenderam antes da briga que originou o incêndio.

Outras 19 detentas e dois agentes penitenciários também tiveram que ser levados ao HPS para atendimento por terem inalado fumaça. Todos foram liberados horas depois, sem ferimentos.

Uma sindicância interna e um inquérito policial serão instaurados para apurar o caso.

Pente fino

Esta madrugada (11), 70 agentes da Superintendência estadual dos Serviços Penitenciários vistoriaram a Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas, onde apreenderam materiais proibidos, como celulares, baterias, carregadores, cabos USB, além de pequenos pacotes contendo drogas.

Apelidada de Operação Pente Fino, a ação visa coibir a ação de criminosos a partir do interior das unidades prisionais gaúchas. Em nota, o superintendente Mario Santa Maria Junior garantiu que ações do tipo serão “intensificadas a cada semana, a cada quinzena”, com o emprego de mais agentes penitenciários.

To Top