Australia

Cardeal George Pell é preso para aguardar sentença por abuso sexual de crianças

Cardeal George Pell é condenado por abuso sexual de crianças

A Justiça de Melbourne, na Austrália, determinou nesta quarta-feira, 27, a detenção do cardeal George Pell. O religioso, condenado por agressão sexual contra menores, teve sua fiança revogada e deverá ficar preso até o dia 13 de março, data em que sua sentença deverá ser emitida.

Pell, que já foi considerado o “número três” no Vaticano, pode pegar até dez anos de prisão por conta das cinco acusações pelas quais foi declarado culpado no dia 11 de dezembro e cuja condenação foi divulgada nesta terça, 26.

Por unanimidade, o júri do Tribunal do Estado de Victoria entendeu que o cardeal, de 77 anos, foi o autor por um caso de agressão sexual e outros quatro de atentado ao pudor contra dois coroinhas que tinham 12 e 13 anos. Os fatos ocorreram na sacristia da Catedral de São Patrício de Melbourne nos anos 1990.

Nesta quarta, a defesa apresentou uma apelação em outro tribunal para estender sua liberdade mediante ao pagamento de fiança, mas Pell retirou o recurso durante o dia, segundo confirmaram fontes judiciais para a Agência Efe.

George Pell se aposentou de suas funções no Vaticano para se defender. A sentença vem a público após reuniões da cúpula vaticana para tratar de casos de abuso sexual na Igreja. O papa Francisco sugeriu, no domingo, oito pontos para erradicar a “monstruosidade”dos abusos contra menores. (Com agências internacionais)

Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

To Top