Economy

Soja e milho fecham em alta em Chicago; trigo recua por amplas ofertas

CHICAGO (Reuters) – Os contratos futuros de soja e milho em Chicago avançaram nesta segunda-feira, por, respectivamente, expectativas de progresso nas negociações comerciais entre Estados Unidos e China e preocupações a respeito de atrasos em plantios no Meio-Oeste dos EUA devido ao clima.

O trigo, por sua vez, recuou pressionado por excesso da oferta mundial, de acordo com operadores.

O contrato maio da soja fechou em alta de 3,50 centavos de dólar, ou 8,9875 dólares por bushel. O milho para maio avançou 1,75 centavo, para 3,6275 dólares o bushel, e o vencimento maio do trigo recuou 5 centavos, fechando a 4,595 dólares/bushel.

O secretário do Tesouro norte-americano, Steve Mnuchin, disse nesta segunda-feira, em entrevista à Fox Business Network, que as negociações comerciais entre EUA e China, maior importadora de soja do mundo, estão tendo grande progresso, mas que ainda há trabalho a ser feito.

São esperadas mais chuvas para as regiões do Meio-Oeste, do Delta e das Planícies orientais dos EUA, informou a empresa de meteorologia Radiant Solutions, o que impulsionou especialmente os preços do milho, com operadores preocupados quanto a possíveis atrasos de plantio.

A consultoria agrícola SovEcon aumentou sua previsão para a safra de trigo 2019/20 da Rússia para 83,4 milhões de toneladas, ante 80 milhões de previsão anterior, sinalizando maior oferta na principal exportadora mundial do produto.

(Reportagem de Tom Polansek)

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF3E1M2-BASEIMAGE

To Top