Benefícios

Confira em quais estados do Brasil teve aumento da gasolina este ano

dinheiro inss aposentadoria notas benefícios reforma da previdência social

Confira em quais estados do Brasil teve aumento da gasolina este ano. Gasolina sobe em 24 Estados e no DF, diz ANP; valor médio avança 1,01% no País

O valor médio da gasolina vendido nos postos brasileiros avançou em 24 Estados brasileiros e no Distrito Federal na semana passada, segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), compilados pelo AE-Taxas. Houve recuo apenas no Amazonas e na Bahia.

Na média nacional, o preço médio avançou 1,01% na semana passada ante a anterior, de R$ 4,358 para R$ 4,402.

Em São Paulo, maior consumidor do País e com mais postos pesquisados, o litro da gasolina subiu 1,13%, de R$ 4,086 para R$ 4,132, em média.

No Rio de Janeiro, o combustível subiu 0,56%, de R$ 4,815 para R$ 4,842, em média.

Em Minas Gerais, houve alta no preço médio da gasolina de 0,26%, de R$ 4,648 para R$ 4,660 o litro.

O governo propôs salário mínimo de R$ 1.040 para 2020, o que representa alta de 4,2% em relação ao atual (R$ 998). O valor consta do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2018, apresentado hoje (15) pelo secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues.

Até este ano, o mínimo era corrigido pela inflação do ano anterior medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos no país) de dois anos anteriores. Como a lei que definia a fórmula deixará de vigorar em 2020, o governo optou por reajustar o mínimo apenas pela inflação estimada para o INPC.

A LDO define os parâmetros e as metas fiscais para a elaboração do Orçamento do ano seguinte. Pela legislação, o governo deve enviar o projeto até 15 de abril de cada ano. Caso o Congresso não consiga aprovar a LDO até o fim do semestre, o projeto passa a trancar a pauta. O valor do salário mínimo pode subir ou cair em relação à proposta original durante a tramitação do Orçamento, caso as expectativas de inflação mudem nos próximos meses.

To Top