Asia

Tensões no Oriente Médio desafiam estabilidade do mercado de petróleo, diz Iraque

BAGDÁ (Reuters) – Crescentes tensões no Oriente Médio representam um desafio para a estabilidade dos mercados globais de petróleo, disse nesta terça-feira o ministro de Petróleo do Iraque, Thamer Ghadhban.

Ele afirmou que o comitê de monitoramento ministerial da Opep, conhecido como JMMC, deve acompanhar os mercados para estabelecer o caminho para um “novo acordo” a ser discutido em um próximo encontro do grupo em Viena, buscando ajudar a estabilizar os mercados e apoiar os preços.

O próximo encontro da Opep para discutir sua política de produção acontecerá no início de julho, disse Ghadhban em comunicado. A reunião deverá decidir sobre uma prorrogação ou um ajuste do pacto firmado entre o grupo e aliados.

“A reunião atribuiu ao comitê técnico conjunto a missão de continuar com suas análises do mercado e monitoramento até o próximo encontro ministerial no início de julho em Viena”, afirmou Ghadhban.

O painel que reúne os principais produtores, incluindo Arábia Saudita, Rússia e Iraque, se reuniu em Jeddah no domingo.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), a Rússia e outros produtores não-membros do grupo concordaram em reduzir a produção em 1,2 milhão de barris por dia a partir de 1° de janeiro.

(Por Ahmed Rasheed e John Davison)

To Top