Asia

EUA se retiram de conferência da ONU sobre armas após Venezuela assumir presidência

GENEBRA (Reuters) – Os Estados Unidos se retiraram nesta terça-feira da Conferência de Desarmamento promovida pela Organização da Nações Unidas (ONU) em protesto pelo fato de a Venezuela ter assumido a presidência rotativa do fórum, assim como fizeram há um ano quando a Síria assumiu a posição.

“Temos de tentar fazer o que podemos para impedir que esses tipos de Estados presidam organizações internacionais”, disse o embaixador norte-americano pelo desarmamento, Robert Woods, a repórteres após abandonar a sessão em Genebra.

“Um representante de Juan Guaidó, o presidente interino, deveria estar nesta reunião, deveria estar sentado naquela cadeira agora mesmo… O antigo regime de (Nicolás) Maduro está morto na essência, só não quer abdicar.”

Maduro mantém o controle sobre as instituições estatais da Venezuela e considera Guaidó uma marionete dos EUA. Ele culpa as sanções norte-americanas pela hiperinflação e pela crise humanitária do país.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF4R0W9-VIEWIMAGE

To Top