Business

Venda de carros e comerciais leves novos em maio sobe 20% sobre um ano antes, diz fonte

SÃO PAULO (Reuters) – Os licenciamentos de automóveis e comerciais leves novos no Brasil em maio subiram 20% sobre mesmo mês de 2018, quando as vendas do setor foram atingidas por impactos da greve dos caminhonheiros, segundo dados informados por fonte do setor nesta segunda-feira.

Os emplacamentos de carros e comerciais leves, segmento formado por picapes, SUVs e utilitários de entrega, somaram cerca 234 mil unidades no mês passado, ante 195 mil registrados um ano antes, segundo a fonte.

Na comparação com abril, as vendas das duas categorias em maio subiram cerca de 6%.

Com isso, no acumulado dos cinco primeiros meses do ano, as vendas de carros e comerciais leves novos no Brasil somaram 1,035 milhão de unidades, alta de aproximadamente 11% ante mesmo período de 2018.

A projeção da associação de montadoras de veículos, Anfavea, para os emplacamentos de carros e comerciais leves em 2019 apontam alta de 11,3% ante 2018, a 2,755 milhões de unidades. A entidade divulga dados consolidados do setor na quinta-feira.

No mês passado, o grupo Fiat Chrysler <FCHA.MI> apurou vendas de cerca de 42,3 mil automóveis e comerciais leves, ante 41,1 mil da General Motors <GM.N> e 38,6 mil da Volkswagen <VOWG_p.DE>, segundo dados informados pela fonte.

A Renault <RENA.PA> ficou na quarta posição, com vendas de 20,9 mil veículos, e a Hyundai <005380.KS> veio logo atrás, com 19,2 mil emplacamentos. Toyota <7203.T> e Ford <F.N> ficaram praticamente empatadas na sexta posição no ranking de vendas de maio, com cerca de 19 mil licenciamentos cada, informou a fonte.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF521MF-VIEWIMAGE

To Top