Africa

Malta resgata várias centenas de imigrantes do mar Mediterrâneo

VALLETTA (Reuters) – As Forças Armadas de Malta resgataram quase 400 imigrantes em quatro operações marítimas separadas nesta quarta-feira e os levaram à pequena ilha do Mediterrâneo, disse o Exército.

Uma autoridade do governo disse que foi um dos maiores números de chegadas a Malta em muitos meses.

Uma fonte do Exército disse que outros barcos de imigrantes estão sendo monitorados no Mediterrâneo central, e não ficou claro de imediato se as autoridades maltesas pretendem intervir.

ONGs relataram que vários barcos estão tentando cruzar o Mediterrâneo e chegar à Europa.

A entidade Sea Watch International disse no Twitter que um bote de borracha com ao menos 80 pessoas a bordo estava esvaziando a cerca de 50 milhas náuticas ao norte de Garabulli, na Líbia. “Muitas pessoas na água, alta probabilidade de desaparecidos e afogados”, disse, acrescentando que a Guarda Costeira líbia estava no local.

Malta tem dito repetidamente que seus barcos de patrulha só resgatarão imigrantes quando se acreditar que estão em perigo.

No último ano, a ilha e a vizinha Itália fecharam seus portos a navios de instituições de caridade que resgatam imigrantes no litoral líbio e pediram à União Europeia que divida quaisquer imigrantes recém-chegados entre os vários países membros.

(Por Chris Scicluna)

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF541TK-VIEWIMAGE

To Top