Internacional

Irã liberta empresário libanês detido desde 2015, diz autoridade

DUBAI (Reuters) – Um empresário libanês detido no Irã desde 2015 por suposta atividade contra o Estado deixou o país nesta terça-feira, disse uma autoridade libanesa, após o governo do Líbano garantir sua libertação.

Nizar Zakka, detentor de residência nos Estados Unidos, viajou para Beirute com o chefe de segurança interna do Líbano, general Abbas Ibrahim, disse a autoridade à Reuters.

Zakka foi sentenciado em 2016 a 10 anos de prisão, além de pagar uma multa de 4,2 milhões de dólares por “colaborar contra o Estado”.

O presidente e o ministro das Relações Exteriores do Líbano pediram ao governo do Irã que concedesse uma anistia a Zakka, e autoridades iranianas disseram que sua libertação foi em parte devido aos estreitos laços do país com o grupo libanês Hezbollah.

Zakka foi detido em 2015 após ser convidado pelo Irã para participar de uma conferência. A mídia iraniana descreveu-o como um espião dos EUA.

No ano passado, o ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, disse que estava propondo um “diálogo sério” com os EUA sobre uma possível troca de prisioneiros, embora não tenha indicado se Zakka estaria incluído.

Um porta-voz do Judiciário iraniano disse que a liberação de Zakka foi “um processo totalmente judicial, sem qualquer posição política ou troca (de prisioneiros) serem considerados”.

(Redação Dubai)

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF5A0WR-VIEWIMAGE

To Top