Asia

Café arábica toca nova mínima de 3 semanas na ICE; açúcar bruto também recua

NOVA YORK/LONDRES (Reuters) – Os contratos futuros do café arábica na ICE recuaram para uma nova mínima de três semanas nesta terça-feira, com o mercado pressionado por vendas antes do vencimento do contrato de primeiro mês, enquanto os preços do açúcar também caíram.

CAFÉ

* O contrato setembro do café arábica fechou em queda de 1,65 centavo de dólar, ou 1,7%, a 96,60 centavos de dólar por libra-peso, depois de recuar para uma mínima de três semanas de 96,35 centavos.

* O mercado do café sofreu pressão do atual período de rolagem, com o primeiro dia de aviso para o contrato julho estabelecido para quinta-feira, o que levou alguns operadores a deixarem ou liquidarem suas posições.

* Fatores fundamentais também continuam a pesar sobre o mercado cafeeiro, especialmente o excesso de oferta no Brasil.

* O contrato setembro do café robusta recuou 14 dólares, ou 1%, para 1.372 dólares por tonelada, em seu quarto fechamento negativo seguido.

AÇÚCAR

* O contrato julho do açúcar bruto fechou em queda de 0,05 centavo de dólar, ou 0,3%, a 12,61 centavos de dólar por libra-peso. Os preços atingiram uma máxima de um mês e meio na sexta-feira, a 12,78 centavos, mas recuaram nas duas últimas sessões.

* Ainda assim, o primeiro mês fechou acima de sua média móvel de 100 dias pela quinta sessão consecutiva.

* O mercado do açúcar tem sido apoiado pelo recente tempo seco na Índia, importante produtora do adoçante, e pelas altas nos preços do milho, apesar destes terem recuado nesta terça-feira.

* Ainda assim, as usinas de açúcar brasileiras observam de perto as colheitas reduzidas na safra 2019 de milho dos EUA, que podem impulsionar os preços do cereal, elevando os custos de produção do etanol e abrindo espaço para que o biocombustível produzido no Brasil ganhe uma parcela do mercado norte-americano.

* Nesse cenário, as usinas favoreceriam amplamente a produção de etanol em detrimento à de açúcar. [nL2N23P0KD]

* Alguns produtores de etanol dos EUA estão considerando adquirir milho do Brasil para garantir oferta à medida que os preços domésticos do grão avançam, disse a Associação de Combustíveis Renováveis.

* O serviço de monitoramento de safra da União Europeia, Mars, reduziu sua estimativa de produtividade de beterraba sacarina para 75,7 toneladas por hectare, ante 76,5 t/ha anteriores. [nL2N23O12C]

* O contrato agosto do açúcar branco fechou em alta de 50 centavos de dólar, ou 0,2%, a 333,60 dólares por tonelada.

(Reportagem de Ayenat Mersie em Nova York e Maytaal Angel em Londres)

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF5H1Q7-VIEWIMAGE

To Top