Business

Aliança entre Ford e Volkswagen pode redesenhar setor de autônomos

Por Paul Lienert

DETROIT (Reuters) – Uma aliança expandida entre a Ford e a Volkswagen, que inclui uma parceria com a Argo, unidade da Ford, pode redesenhar o equilíbrio de energia no setor de veículos autônomos.

Uma colaboração Ford-VW com a Argo, startup que encabeça o desenvolvimento autônomo da Ford desde 2017, pode ajudar a reduzir os encargos financeiros e de engenharia das montadoras. Também poderá acelerar calendários de implantação de ambas, que planejam colocar veículos autônomos em operação em 2021.

A Argo foi menosprezada à medida que a Waymo, empresa de autônomos do Google, implantou suas vans autônomas, e a Cruise Automation, unidade da General Motors, arrecadou bilhões de dólares em investimentos.

Com a VW – a maior montadora do mundo em volume de vendas no ano passado – a Argo estará alinhada com uma parceira com escala e recursos substanciais.

O negócio entre Ford-VW que envolva a Argo também pode ter implicações mais amplas nas alianças semelhantes, bem como nas avaliações de startups relacionadas.

Estimativas de valor de Argo variaram de 2 bilhões a 4 bilhões de dólares. Não está claro como a participação da VW pode afetar essa avaliação.

Em comparação, o valor da Cruise saltou para 19 bilhões de dólares no início deste ano, após ter atraído mais de 6 bilhões de dólares em investimentos de SoftBank, Honda e Rowe Price.

O valor do Advanced Technologies, do Uber, superou 7 bilhões de dólares no início do ano, após o SoftBank, a Toyota e a Denso investirem 1 bilhão de dólares.

Essas avaliações são ofuscadas pelas estimativas da Waymo, amplamente reconhecida como líder do setor. O Morgan Stanley avalia a Waymo em até 175 bilhões de dólares, enquanto a Jefferies avalia a empresa em até 250 bilhões de dólares.

A VW, cuja unidade Audi lidera a Automated Intelligence Driving da montadora alemã em Munique, supostamente considerou um investimento de 13,7 bilhões de dólares na Waymo por uma fatia de 10% que avaliaria a Waymo em 137 bilhões de dólares.

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF6B1H8-BASEIMAGE

To Top