Business

Índices europeus recuam com farmacêuticas sob pressão; ações suíças lideram perdas

Por Agamoni Ghosh

(Reuters) – Os índices acionários europeus encerraram sem grandes movimentações nesta sexta-feira, enquanto os fabricantes de medicamentos foram pressionados por temores de que o governo norte-americano intervenha sobre os altos preços dos remédios, enquanto depoimentos do chairman do Federal Reserve, Jerome Powell, ajudavam a limitar as perdas.

O índice FTSEurofirst 300 <.FTEU3> caiu 0,06%, a 1.522 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 <.STOXX> ganhou 0,04%, a 387 pontos, interrompendo a sequência de cinco semanas de ganhos, já que os índices regionais não se beneficiaram da posição ‘dovish’ do Fed nesta semana.

As ações suíças <.SSMI> apresentaram desempenho inferior, recuando mais de 1%, com as farmacêuticas incluindo Roche Holdings <ROG.S>, Novartis <NOVN.S> e Novo Nordisk <NOVOb.CO> caindo mais de 2%.

As farmacêuticas europeias vêm pesando sobre o índice de saúde <.SXDP> desde quinta-feira, depois que a Casa Branca encerrou o plano de descontos para saúde e levantou a possibilidade dos parlamentares dos Estados Unidos intervirem sobre os altos preços dos medicamentos.

O índice FTSEurofirst 300 <.FTEU3> fechou em queda de 0,06%, a 1.522 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times <.FTSE> recuou 0,05%, a 7.505 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX <.GDAXI> caiu 0,07%, a 12.323 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 <.FCHI> ganhou 0,38%, a 5.572 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib <.FTMIB> teve valorização de 0,06%, a 22.182 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 <.IBEX> registrou alta de 0,14%, a 9.293 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 <.PSI20> valorizou-se 0,68%, a 5.221 pontos.

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF6B1DJ-BASEIMAGE

To Top