Economy

Kaplan, do Fed, diz que vê argumento para corte tático nos juros

Por Jason Lange

WASHINGTON (Reuters) – O presidente do Federal Reserve de Dallas, Robert Kaplan, disse nesta terça-feira que o melhor argumento para afrouxar a política monetária dos Estados Unidos é a reduzida diferença entre as taxas de juros de curto e longo prazos.

Os comentários de Kaplan são um sinal do crescente movimento a favor de corte de juros pelo Fed. Ainda em 28 de junho, Kaplan havia dito que não estava pronto para cortes nas taxas.

Nesta terça-feira, Kaplan afirmou que os dados econômicos dos EUA ainda apontam para crescimento relativamente forte, apesar do impacto das tensões no comércio internacional, de uma desaceleração global e da perda de vigor dos efeitos de um estímulo fiscal norte-americano do ano passado.

Mas Kaplan está cada vez mais preocupado com os sinais persistentes do mercado de títulos de que condições econômicas mais fracas podem estar no caminho.

“Se fosse apropriado agir, o melhor argumento para mim é o formato da curva de juros”, disse Kaplan a repórteres em Washington, acrescentando que a diferença entre a taxa de referência do Fed e as taxas do mercado financeiro também pesou em sua avaliação.

“Isso é mais tático do que dizer que vejo algo na perspectiva econômica que diz que devemos embarcar em uma mudança de estratégia”, disse ele.

    O rendimento dos Treasuries de dez anos tem sido persistentemente inferior à taxa dos Treasuries de três meses desde maio. Muitos analistas vêem isso como um sinal de que os investidores estão apostando que a economia pode enfraquecer. De fato, os preços de muitos instrumentos financeiros sugerem que os investidores estão apostando em cortes nas taxas neste ano.

    Kaplan disse que cortar os juros por causa de uma curva de Treasuries achatada não significaria necessariamente que o Fed faria mais reduções nos juros.

“Eu não quero ler ou reagir de forma exagerada ao que esses mercados estão dizendo”, disse Kaplan.

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF6F1H3-BASEIMAGE

To Top