Asia

Índices da China caem com temores sobre crescimento e comércio

XANGAI (Reuters) – Os mercados acionários da China terminaram em baixa nesta quarta-feira, ampliando as perdas do dia anterior uma vez que os investidores continuam a avaliar a desaceleração do crescimento e o impacto da disputa comercial com os Estados Unidos, aguardando mais sinais de suporte de Pequim.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, terminou com perda de 0,06%, enquanto o índice de Xangai caiu 0,2%.

O subíndice do setor financeiro perdeu 0,18%, o de consumo recuou 0,16%, o imobiliário subiu 0,63% e o de saúde ganhou 0,08%.

Reacendendo as preocupações sobre as negociações comerciais, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou na terça-feira que os EUA ainda têm um longo caminho para concluir o acordo comercial com a China, mas pode impor tarifas sobre outros 325 bilhões de dólares em produtos chineses se for necessário.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,31%, a 21.469 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,09%, a 28.593 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,20%, a 2.931 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,06%, a 3.804 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,91%, a 2.072 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,53%, a 10.828 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,14%, a 3.364 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,49%, a 6.673 pontos.

(Reportagem de Andrew Galbraith)

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF6G0WW-BASEIMAGE

To Top