Economy

Trigo e soja fecham em queda em Chicago após previsão de tempo mais ameno nos EUA

Por Barbara Smith

Chicago (Reuters) – Os contratos futuros de trigo e soja em Chicago fecharam em leves quedas nesta quarta-feira, à medida que previsões de temperaturas mais amenas nos Estados Unidos levaram a expectativas de melhorias nas condições de safra após um período de calor nesta semana, embora o milho tenha encerrado a sessão em alta.

Os mercados vêm em queda desde que o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês) divulgou seu relatório semanal de progresso de safra na segunda-feira, apresentando condições levemente melhores para soja e milho em relação à semana anterior.

Operadores continuavam a monitorar as temperaturas, que podem ultrapassar os 32 graus Celsius em boa parte do Meio-Oeste norte-americano por alguns dias antes de caírem.

“Há apenas incertezas”, disse Joe Aiello, consultor agrícola sênior da Roach Agriculture Marketing. Ele acrescentou que, até o USDA divulgar seu relatório revisado de áreas de plantio em 12 de agosto, os relatórios semanais de progresso de plantio podem não ter tanto impacto quanto de costume.

O contrato setembro do milho fechou em alta de 0,75 centavo de dólar, ou 0,1%, a 4,36 dólares por bushel, aproximando-se de uma máxima de cinco anos de 4,3625 dólares/bushel. A soja para agosto recuou 5,25 centavos de dólar, ou 0,7%, e fechou a 8,825 dólares o bushel, após ter avançado no início da sessão.

O vencimento setembro do trigo fechou em queda de 2 centavos de dólar, ou 0,4%, a 5,055 dólares/bushel.

(Reportagem de Barbara Smith em Chicago, com reportagem adicional de Gus Trompiz em Paris e Naveen Thukral em Cingapura)

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF6G213-BASEIMAGE

To Top