Business

Microsoft tem resultado trimestral acima do esperado

Por Vibhuti Sharma e Stephen Nellis

BANGALORE (Reuters) – A Microsoft divulgou nesta quinta-feira receita trimestral acima do esperado por analistas, apesar de desaceleração do produto de computação em nuvem Azure e do conjunto de softwares Office.

Desde que o presidente-executivo da Microsoft, Satya Nadella, assumiu o comando em 2014, a companhia tem mudado seu foco do Windows para serviços de computação em nuvem. O valor de mercado da Microsoft quase quadruplicou desde então e a empresa tem conseguido evitar a atenção de reguladores atraída por outras gigantes de tecnologia como Alphabet, Apple e Facebook.

No quatro trimestre fiscal, o crescimento de receita do serviço Azure foi de 64%, ante 89% um ano antes e 73% nos três meses imediatamente anteriores. A Microsoft não informa números absolutos de receita do Azure, incorporando seus resultados na unidade “nuvem inteligente”, que teve receita de 11,4 bilhões de dólares no período ante expectativa média de analistas de 11 bilhões, segundo dados da Refinitiv.

O crescimento dos negócios de computação em nuvem fez o valor de mercado da Microsoft superar 1 trilhão de dólares pela primeira vez em abril. Nesta quinta, a empresa divulgou pela primeira vez que a receita trimestral da unidade de negócios do Azure foi maior que a do segmento que reúne o Windows.

A receita da unidade de software de produtividade da Microsoft saltou 14,3% no trimestre, para 11 bilhões de dólares, impulsionada por expansão de dois dígitos no faturamento do LinkedIn e do Office 365. Analistas, em média, esperavam receita da área em 10,7 bilhões de dólares.

Enquanto isso, a divisão de computação pessoal, que reúne o Windows, subiu para 11,3 bilhões de dólares ante expectativa do mercado de 10,98 bilhões. A unidade também inclui o console de videogames Xbox, o serviço de busca Bing e computadores Surface.

O lucro líquido da Microsoft somou 13,19 bilhões de dólares no trimestre encerrado em 30 de junho, ou 1,71 dólar por ação. Um ano antes ,o lucro tinha sido de 8,87 bilhões, ou 1,14 dólar por papel.

Em termos ajustados, a Microsoft teve lucro de 1,37 dólar por ação, acima da estimativa média do mercado de 1,21 dólar.

A receita total cresceu 12%, para 33,72 bilhões de dólares, acima das expectativas de analistas, de 32,77 bilhões.

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF6H25J-BASEIMAGE

To Top