Economy

Williams, do Fed, vê necessidade de vacinar economia contra riscos quando juros estão baixos

NOVA YORK (Reuters) – Autoridades precisam dar mais estímulos logo para lidar com a inflação baixa demais quando os juros estão perto de zero e não podem esperar que um desastre econômico se desenrole, disse nesta quinta-feira o presidente do Fed de Nova York, John Williams

No que provavelmente será entendido como um forte argumento a favor de uma rápida ação do Fed para cortar os juros neste mês, Williams disse que uma das lições de sua pesquisa é de que, quando os juros e a inflação estão baixos, as autoridades não podem se segurar e aguardar que potenciais problemas econômicos se materializem.

“É melhor adotar medidas preventivas do que esperar que um desastre se desenrole”, disse Williams em declarações preparadas para uma conferência.

“Quando se tem tanto estímulo à disposição, compensa agir rapidamente para reduzir ois juros no primeiro sinal de estresse econômico.”

Nas últimas semanas, autoridades do Fed identificaram uma série de preocupações que eles acreditam que poderia encerrar o que é agora a mais longa expansão econômica já registrada. Entre essas preocupações está a guerra comercial entre EUA e a China que afeta a confiança empresarial, a desaceleração da indústria e a inflação abaixo da meta do Fed de 2%.

Adotar uma ação rápida para cortar os juros diante de “condições econômicas adversas” e manter os juros mais baixos por mais tempo, segundo Williams, “deve vacinar a economia e protegê-la da doença mais traiçoeira da inflação baixa demais”.

(Reportagem de Trevor Hunnicutt)

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF6H1T0-BASEIMAGE

To Top