Elections

Biblioteca nacional de Israel disponibilizará arquivo reunido de Kafka na internet

JERUSALÉM (Reuters) – A biblioteca nacional de Israel anunciou nesta quarta-feira que recebeu a última parte de uma coleção de escritos de Franz Kafka, que planeja disponibilizar na internet agora que venceu uma batalha legal pela posse de parte do espólio literário do romancista judeu nascido em Praga.

Os papéis estavam na posse das irmãs Eva Hoffe e Ruth Wiesler, que argumentaram que os herdaram legalmente de sua mãe, Esther Hoffe.

Esta foi secretária do amigo, biógrafo e testamenteiro de Kafka, Max Brod, que ignorou o desejo do autor de língua alemã, expresso na véspera de sua morte, de queimar toda sua obra ainda não publicada.

O arquivo inclui três rascunhos do conto “Preparativos de casamento no campo”, um livro de exercícios no qual praticava hebreu, centenas de cartas pessoais para Brod e outros amigos e diários de viagem.

Desde 2008, a biblioteca obteve uma série de veredictos que lhe garantiu a posse dos documentos, de acordo com instruções de um testamento escrito por Brod, que morreu em 1968.

A biblioteca disse que, dede que os processos terminaram em 2016, vem coletando os papéis em locais de Israel e da Alemanha e, há 15 dias, finalmente, da caixa forte de um banco suíço.

Stefan Litt, curador de humanidades da biblioteca, disse que a coleção ainda inclui desenhos.

“Partes deles são conhecidos, outras não são –talvez esta seja uma das coisas mais importantes”, disse ele à Reuters.

“… Todos os escritos de Kafka que temos agora sob custódia serão digitalizados e abertos ao público de todo o mundo”.

Kafka, cujas obras mais conhecidas incluem “O Julgamento”, “A Metamorfose” e “O Castelo”, morreu de tuberculose aos 40 anos em 1924.

Seus protagonistas muitas vezes enfrentam burocracias esmagadoras, habitando um mundo de pesadelo que rendeu o termo “kafkiano”.

(Por Rinat Harash)

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF761AM-BASEIMAGE

To Top