Europe

Lesão pode afastar Sane por até sete meses, diz Guardiola

(Reuters) – Leroy Sane, meia-atacante do Manchester City, pode ficar até sete meses afastado por culpa de uma lesão no joelho, disse o técnico Pep Guardiola antes do confronto de sábado com o West Ham United, estreia da equipe no Campeonato Inglês.

O integrante de 23 anos da seleção alemã machucou o ligamento cruzado anterior do joelho direto na vitória sobre o Liverpool na Supercopa da Inglaterra no domingo, e passará por uma operação na semana que vem.

“É uma notícia incrivelmente ruim. Não sei quanto tempo ele ficará fora. Normalmente esse tipo de lesão leva seis ou sete meses – com sorte fevereiro ou março”, disse Guardiola aos repórteres.

“Em três temporadas tivemos três (lesões de ligamento de joelho). Ele é jovem e com sorte se recuperará bem em termos da cirurgia na semana que vem. Todas as pessoas o ajudarão, ele se sentirá sozinho e o ajudamos a se sentir tão bem quanto possível.”

Surgiram especulações de que Sane, cujo contrato vence em 2021, migraria para os gigantes alemães do Bayern de Munique durante a pré-temporada.

Ele recebeu uma oferta de renovação, mas ainda não a assinou, tendo tido dificuldade de garantir uma vaga constante no time na última temporada.

Mas Guardiola fez questão de enfatizar que em nenhum momento pensou em vender o jogador, que foi eleito Jogador Jovem do Ano da PFA na campanha 2017-18.

“Não pensei na saída dele. Sempre disse que ele é nosso jogador, e ele não me disse que queria partir. Sempre achei que ele é nosso”, acrescentou.

(Por Shrivathsa Sridhar em Bengaluru)

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF781LC-BASEIMAGE

To Top