Business

GE desaba na bolsa após denunciante de esquema de pirâmide de Madoff acusar empresa de fraude

Por Alwyn Scott e Ankit Ajmera

NOVA YORK/BANGALORE, Índia (Reuters) – As ações da General Electric despencaram mais de 11% nesta quinta-feira, após o investigador de fraudes Harry Markopolos, que denunciou o esquema de pirâmide de Bernard Madoff, disse que o conglomerado industrial está escondendo profundos problemas financeiros, algo que foi rapidamente rejeitado pelo novo presidente-executivo da companhia.

O presidente-executivo da GE, Larry Culp, afirmou que o relatório de 175 páginas de Markopolos tem erros factuais e constitui “manipulação de mercado, pura e simples”, porque Markopolos lucrou com uma posição de venda a descoberto vinculada à divulgação do documento.

As vendas a descoberto, ou apostas de que o preço de uma ação vai cair, subiram 17% no caso da GE no mês passado, disse Matthew Unterman, diretor na S3 Partners, uma companhia de análise financeira em Nova York.

No levantamento, Markopolos acusa a GE de esconder 38 bilhões de dólares em perdas potenciais e afirma que as posições de caixa e de dívida da empresa são muito piores do que as divulgadas pelo grupo.

“A relação de dívida total da GE é de 17 para 1, não de 3 para 1, o que vai prejudicar sua situação de crédito”, disse Markopolos.

O documento também afirma que a GE é insolvente e sustenta que suas unidades industriais têm um déficit de capital de giro de 20 bilhões de dólares.

“Ele está divulgando seletivamente processos regulatórios largamente divulgados e investigações rigorosas sem o benefício de qualquer acesso aos livros e registros da GE”, disse Leslie Seidmanm, membro do conselho da GE e presidente da comissão de auditoria, referindo-se a Markopolos.

O relatório ecoa afirmações de alguns do analistas mais céticos de Wall Street, que há muito tempo dispararam alarmes sobre o baixo fluxo de caixa da GE, frequentes mudanças e baixas contábeis, o que descrevem como balanços financeiros opacos.

Culp, primeiro executivo de fora da GE a assumir o comando da companhia, não tem feito segredo sobre os problemas da empresa. Ele assumiu o comando do grupo em outubro.

Os negócios industriais viram uma saída de 2,2 bilhões de dólares de caixa até agora neste ano e Culp afirmou no mês passado que a GE poderá incorrer em custos de caixa de 1,4 bilhão de dólares neste ano devido à suspensão dos voos do Boeing 737 MAX. A GE produz as turbinas do avião por meio de uma joint venture com a francesa Safran.

O relatório afirma que a GE enfrenta 38 bilhões de dólares em despesas futuras não divulgadas anteriormente. “Os 38 bilhões de dólares em fraude contábil da GE são equivalentes a mais de 40% do valor de mercado da empresa, o que torna isso muito mais sério que as fraudes da Enron e da WorldCom”, diz o documento.

Em comunicado, a GE afirmou: “Continuamos focados em tocar nossos negócios … não vamos nos distrair por este tipo de especulação sem mérito e enganosa.”

A GE afirmou que “garante seus números financeiros” e que opera “no mais alto nível de integridade” na divulgação de seus dados financeiros.

A companhia também afirmou que Markopolos é conhecido por trabalhar para fundos de hedge anônomos que tipicamente se beneficiam de posições a descoberto em ações de empresas.

Falando à CNBC nesta quinta-feira, Markopolos afirmou que vai receber um percentual de qualquer lucro gerado pelo relatório. Ele não deu detalhes sobre a compensação ou indicou o nome do fundo envolvido, descrito por ele como “um fundo de hedge de médio porte dos Estados Unidos”.

Nos últimos dois anos, a GE anunciou mais de 40 bilhões de dólares em baixas e encargos contábeis. A companhia também afirmou que sua contabilidade está sendo investigada pela SEC e pelo Departamento de Justiça dos EUA.

Markopolos é mais conhecido por ter alertado reguladores no início dos anos 2000 sobre sinais de que a gestora de recursos de Madoff era um esquema de pirâmide financeira. Madoff foi preso em 2008 e condenado a 150 anos de cadeia.

John Hempton, co-fundador do fundo de hedge australiano Bronte Capital, publicou num post nesta quinta-feira que a margem de lucro média da GE nos últimos anos, de 14,7%, está em linha com retornos de seus pares industriais e não “boa demais para ser verdade” como Markopolos alega.

(Por Alwyn Scott e Ankit Ajmera)

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF7E21I-BASEIMAGE

To Top