Economy

Preços do petróleo voltam a cair por temores de recessão e ameaças comerciais da China

Por Devika Krishna Kumar

NOVA YORK (Reuters) – Os preços do petróleo caíram mais de 1% nesta quinta-feira, ampliando as perdas de 3% da sessão anterior, pressionados pelos crescentes temores de recessão e por uma surpreendente alta nos estoques petrolíferos dos Estados Unidos.

Em um sinal da preocupação dos investidores de que a maior economia do mundo possa estar a caminho de uma recessão, pressionando a demanda por petróleo, a curva de rendimento dos Treasuries se inverteu na quarta-feira pela primeira vez desde 2007.

A ameaça da China de impor medidas retaliatórias às mais recentes tarifas anunciadas pelos EUA, que taxam 300 bilhões de dólares em produtos chineses, também pesaram sobre os preços do petróleo.

O petróleo Brent fechou em queda de 1,25 dólar, ou 2,10%, a 58,23 dólares por barril, após atingir mínima da sessão a 57,67 dólares, uma queda de 3%. Já o petróleo dos EUA recuou 0,76 dólar, ou 1,38%, para 54,47 dólares/barril.

“O petróleo está sendo atingido novamente, à medida que a aversão ao risco volta à tona e temores de uma desaceleração imposta pela guerra comercial chegam aos operadores”, disse Craig Erlam, analista-sênior de mercado da OANDA.

(Reportagem adicional de Jessica Resnick-Ault, Alex Lawler e Aaron Sheldrick)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447745))

REUTERS GA RS

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF7E231-BASEIMAGE

To Top