Sports

Lampard pede mais ação após ofensas raciais contra Abraham

(Reuters) – O técnico do Chelsea, Frank Lampard, disse ter se sentido “enojado” quando soube das ofensas raciais que o atacante Tammy

Abraham recebeu após a derrota do time para o Liverpool na Supercopa da Uefa, e exortou as empresas de redes sociais a adotarem uma ação mais contundente.

Abraham bateu o pênalti decisivo do placar de 5 x 4 na quarta-feira, que foi defendido pelo goleiro Adrian e garantiu o troféu ao campeão europeu Liverpool em Istambul. Após o resultado, o jovem de 21 anos foi submetido a ofensas raciais nas redes sociais.

    “Obviamente Tammy está mais do que decepcionado, quem não estaria? Estou enojado com este suposto torcedor do Chelsea”, disse Lampard a repórteres antes da visita ao Leicester City pelo Campeonato Inglês. “Estou muito bravo por Tammy… por nós como clube, porque não somos disso”.

    “Não sei como se permite isso nas plataformas (das redes sociais), é fácil demais. Algo precisa ser feito, além de obviamente mudar as mentalidades completamente”, acrescentou.

    “Tammy me pediu para bater o quinto pênalti porque queria tomar a iniciativa em uma noite importante em que o mundo estava assistindo. Momentos depois, alguém sentado atrás de um teclado ou celular disse as coisas mais nojentas possíveis.”

tagreuters.com2019binary_LYNXNPEF7F1K3-BASEIMAGE

To Top