Brasil

Figueirense atrasa plano de saúde e deixa atletas da base sem comida

Torcedores do Figueirense imitam avião para provocar Chapecoense

A crise financeira no Figueirense se acentuou nos últimos dias. Além dos salários referentes a agosto de jogadores estarem atrasados desde o último dia 5, o clube catarinense também deixou os atletas do time profissional sem plano de saúde, ao deixar de pagar à Unimed.

Confirmada pela reportagem, a informação foi divulgada inicialmente pelo site Globoesporte.com.

No domingo (15), um jogador do Figueirense precisou, inclusive, pagar um exame do próprio bolso, segundo apurou a reportagem.

Outro episódio que ampliou a crise no clube catarinense ocorreu no sábado (14). Jogadores das categorias sub-23 e sub-20, da base, não tinham nada para comer antes da partida contra o Avaí, pela Copa Santa Catarina, e precisaram da ajuda de alguns funcionários, que pagaram a comida por conta própria.

Procurado pelo reportagem, o Figueirense não se posicionou sobre estes últimos acontecimentos.

No domingo, o Figueirense foi derrotado por 2 a 1 pelo Sport, em pleno Orlando Scarpelli, e chegou a 13 jogos sem vencer na Série B. Revoltada, a torcida, ainda no primeiro tempo, com o jogo em 1 a 0 para os pernambucanos, quebrou alguns dos vidros que separam a arquibancada do campo.

Com o resultado, o Figueirense terminou a 22ª rodada da segunda divisão do Brasileiro na vice-lanterna, com 22 pontos em 22 jogos. O time catarinense voltará a campo nesta quinta-feira (19), quando visita o Brasil de Pelotas, às 21h30 (de Brasília).

To Top