Economy

Açúcar bruto recua por temores de excesso de oferta no curto prazo

NOVA YORK/LONDRES (Reuters) – Os contratos futuros do açúcar bruto na ICE recuaram levemente nesta quarta-feira, pressionados pela perspectiva de excesso de oferta no curto prazo, enquanto os preços do café subiram.

AÇÚCAR

* O contrato outubro do açúcar bruto fechou em queda de 0,06 centavo de dólar, ou 0,25%, a 11 centavos de dólar por libra-peso. O primeiro mês registrou máxima de 11,34 centavos na segunda-feira, seu maior nível desde 3 de setembro.

* Operadores citaram preocupações a respeito do excesso de oferta no curto prazo e da possibilidade de um açúcar visto como menos desejável ser entregue contra o vencimento outubro, que expira em 30 de setembro.

* Os negociadores também disseram que é provável que o mercado se consolide no curto prazo, após subir acentuadamente na segunda-feira na esteira das altas no petróleo, e em seguida devolver os ganhos, também acompanhando os mercados de energia.

* No entanto, o panorama de longo prazo permanece mais altista, com o mercado global devendo entrar em déficit na temporada 2019/20.

* O açúcar branco para outubro avançou 0,2 dólar, ou 0,06%, para 321 dólares por tonelada.

CAFÉ

* O contrato dezembro do café arábica fechou estável, a 1,035 dólar por libra-peso, depois de tocar sua máxima desde o final de julho, de 1,047 dólar.

* Operadores disseram que previsões de chuvas muito necessárias em importantes áreas de cultivo no Brasil levaram à queda dos preços nesta semana, reduzindo preocupações de que o tempo seco possa afetar a safra na fase de floradas.

* O mercado segue apoiado, entretanto, por preocupações de que a safra 2020 no Brasil não seja tão grande quanto esperava-se inicialmente, devido em parte ao longo período de preços deprimidos.

* O café robusta para novembro avançou 6 dólares, ou 0,46%, a 1.319 dólares a tonelada.

(Reportagem de Nigel Hunt e Jessica Resnick-Ault)

tagreuters.com2019binary_LYNXMPEF8H24A-BASEIMAGE

To Top