Brasil

Flip divulga datas da programação do próximo ano

A Flip (Festa Literária Internacional de Paraty) do próximo ano teve suas datas confirmadas: a 18ª edição do evento está marcada para ocorrer de 29 de julho a 2 de agosto de 2020.

O próximo autor homenageado, contudo, ainda não foi divulgado. O festival também não confirma se a editora Fernanda Diamant seguirá na curadoria.

Diamant esteve à frente da programação deste ano, que homenageou Euclides da Cunha e foi marcada pela alta voltagem política e pelo protagonismo de autores negros, caso da portuguesa Grada Kilomba, que teve o livro mais vendido da edição –dos 5 autores mais vendidos na Flip deste ano, 4 eram negros e 1 era indígena.

MAIS VENDIDOS NA FLIP DE 2019

Dados da Livraria da Travessa, até o dia 13 de julho

“Memórias da Plantação – Episódios de Racismo Cotidiano” – Grada Kilomba (Cobogó)

“Fique Comigo” – Ayobami Adebayo (HarperCollins)

“Ideias para Adiar o Fim do Mundo” – Ailton Krenak (Companhia das Letras)

“Também os Brancos Sabem Dançar” – Kalaf Epalanga (Todavia)

“Meu Pequeno País” – Gaël Faye (Rádio Londres)

“Sobre o Autoritarismo Brasileiro” – Lilia M. Schwarcz (Companhia das Letras)

“Uma Noite, Markovitch” – Ayelet Gundar-Goshen (Todavia)

“Maternidade” – Sheila Heti (Companhia das Letras)

“Lugar de Fala” – Djamila Ribeiro (Pólen)

“O Oráculo da Noite: A História e a Ciência do Sonho” – Sidarta Ribeiro (Companhia das Letras)

To Top