Business

Índices europeus avançam puxados por setor bancário

Por Shreyashi Sanyal e Susan Mathew

(Reuters) – Uma alta nas ações dos bancos pela primeira vez em quatro sessões elevava as ações europeias nesta quinta-feira, depois que o Federal Reserve cortou a taxa de juros dos Estados Unidos, mas estabeleceu uma barra mais alta para novas reduções.

Às 7:57 (horário de Brasília), o índice FTSEEurofirst 300 subia 0,26%, a 1.534 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhava 0,25%, a 390 pontos.

Os bancos europeus subiam 1,4%, o maior ganho entre os principais setores, beneficiados também pela rotação de investidores para ações com desempenho mais fraco. Os bancos são o único setor importante em queda no ano até agora.

Os bancos centrais de todo o mundo têm afrouxado a política monetária para conter uma desaceleração do crescimento econômico. Na semana passada, o Banco Central Europeu (BCE) reduziu as taxas de juros para território ainda mais negativo e pediu aos governos que fizessem mais para sustentar a economia da zona do euro.

No entanto, dados econômicos otimistas da semana passada levaram alguns BCs a adotar uma abordagem mais cautelosa para cortes de taxas. Após sinais confusos do presidente do Fed, Jerome Powell, agora todos os olhos estão voltados para a mudança política do Banco da Inglaterra (BOE), prevista para as 8h (Horário de Brasília), em que se espera que as taxas sejam mantidas.

tagreuters.com2019binary_LYNXMPEF8I0WK-BASEIMAGE

To Top