Europe

Petróleo Brent sobe 1%, mercado foca em riscos à oferta saudita

Por Collin Eaton

HOUSTON (Reuters) – Os preços do petróleo Brent subiram mais de 1% nesta quinta-feira, por temores de que a escassez de oferta seja mais duradoura do que se esperava após os ataques de sábado a uma instalação importante de processamento de petróleo da Arábia Saudita e pela escalada das tensões no Oriente Médio.

Valor de referência global, o Brent fechou em alta de 0,80 dólar, ou 1,3%, a 64,40 dólares por barril, enquanto o petróleo dos Estados Unidos devolveu ganhos do início da sessão e fechou praticamente estável, com uma alta de apenas 0,02 dólar, a 58,13 dólares/barril.

Os ataques de sábado, realizados via drone, interromperam metade da produção de petróleo da Arábia Saudita e limitaram severamente a capacidade ociosa do país, um amortecedor para os mercados petrolíferos no caso de qualquer interrupção inesperada. As tensões escalaram conforme os EUA e os sauditas culparam o Irã pelos ataques.

“A indústria de petróleo saudita pode ser ameaçada novamente, e poderemos ver mais interrupções de oferta no Golfo Pérsico”, disse Gene McGillian, vice-presidente de pesquisas de mercado da Tradition Energy.

“O que está pairando sobre o mercado é a resposta que pode vir. Como os EUA e a Arábia Saudita reagirão a isso?”, questionou McGillian.

(Reportagem adicional de Ahmad Ghaddar em Londres e Florence Tan em Cingapura)

tagreuters.com2019binary_LYNXMPEF8I1WI-BASEIMAGE

To Top