Sports

Hamilton supera Verstappen em treino do GP de Cingapura

CINGAPURA (Reuters) – O campeão de Fórmula 1 Lewis Hamilton fez a volta mais rápida do primeiro dia dos treinos do Grande Prêmio de Cingapura nesta sexta-feira, quando seu colega de Mercedes e rival mais próximo, Valtteri Bottas, bateu em um muro.

Hamilton superou Max Verstappen, da Red Bull, que havia liderado a primeira sessão, no treino noturno com um tempo de 1min38seg773. O holandês de 21 anos foi 0seg186 mais lento.

    Sebastian Vettel, da Ferrari, que venceu quatro vezes em Cingapura e busca sua primeira vitória em mais de um ano, ficou em terceiro nos cronômetros devido a algumas dificuldades com o tráfego.

    “Foi um bom dia. É muito quente aqui”, disse Hamilton.

    “É sempre um choque no sistema quando você entra no carro aqui porque é muito irregular, é uma volta muito longa e é como uma sauna no carro”.

    “Eu me senti muito melhor no carro hoje do que vinha me sentindo, então espero que isso continue durante o final de semana.”

    Hamilton, que tem uma vantagem de 63 pontos sobre Bottas com sete corridas por disputar, tem quatro vitórias em Cingapura, a última dois anos atrás, e almeja um quinto triunfo inédito na cidade-estado.

    Os cronômetros desta sexta-feira indicaram que o britânico tem um concorrente em Verstappen, que venceu duas provas neste ano, mas ainda é soberano na pista.

    “Acho que eles (Mercedes) definitivamente serão os favoritos aqui”, disse o chefe da Red Bull, Christian Horner. “Mas temos um carro competitivo, e espero sermos capazes de encará-los.”

    Bottas, cuja colisão no treino provocou uma breve interrupção nos trabalhos, não teve problemas mais tarde e terminou as duas sessões na quarta colocação.

    “Eu perdi a traseira”, explicou. “Obviamente aqui, sem zonas de segurança, você paga o preço. Pode acontecer.”

    Houve muita reclamação nos rádios, já que os pilotos fazendo voltas mais rápidas ficavam presos atrás de carros mais lentos no circuito estreito, onde as ultrapassagens são sempre complicadas.

(Por Abhishek Takle)

tagreuters.com2019binary_LYNXMPEF8J263-BASEIMAGE

To Top