Brasil

Botafogo vence Goiás e alivia crise após quatro derrotas seguidas

Gatito alerta para qualidade do Defensa y Justicia e pede Botafogo 'inteligente'

O Botafogo fez o dever de casa e venceu o Goiás por 3 a 1, nesta quarta-feira, (9), pelo Campeonato Brasileiro. A partida no Engenhão foi dramática. Isso porque os donos da casa estavam sem técnico após a demissão de Eduardo Barroca (Bruno Lazaroni foi o interino) e ainda contava com quatro desfalques para a partida.

O triunfo interrompeu uma série de cinco jogos sem vencer -quatro derrotas consecutivas. Gabriel, João Paulo e Leo Valência balançaram as redes para os donos da casa, e Marcelo Benevenuto (contra) descontou para os visitantes.

Com o resultado, o Botafogo chega aos 30 pontos e se mantém na 12ª posição do Campeonato Brasileiro. O triunfo foi importante para afastar ainda mais da zona de rebaixamento. O Alvinegro volta a campo no sábado, quando medirá forças com o Palmeiras, no Pacaembu.

O Goiás, por sua vez, se mantém com 33 pontos na 10ª posição. O Esmeraldino, que vinha de quatro vitórias consecutivas, volta a campo no sábado, quando receberá o CSA, no Serra Dourada.

Pressionado pelos maus resultados, os jogadores do Botafogo tiveram que lidar com a paciência reduzida dos torcedores. A cada passe para trás, entre os zagueiros, vaias das arquibancadas eram ouvidas. Empurrado pelos alvinegros, o time passou a levar perigo ao Goiás usando os lados do campo.

O Goiás, por sua vez, jogava no erro do Botafogo e esperava uma oportunidade para levar perigo. Isso ocorreu a partir dos 15min, quando os donos da casa passaram a vacilar e gerar oportunidades para o adversário.

O Botafogo abriu o placar em uma cobrança de escanteio. João Paulo cruzou no primeiro pau e viu Marcelo Benevenuto desviar para Gabriel empurrar para o fundo das redes. Foi o primeiro gol alvinegro após três partidas passando em branco.

O Botafogo ficou muito próximo de ampliar e novamente em jogada de bola parada. João Paulo mais uma vez cobrou com extrema qualidade e Fernando subiu mais que a zaga para acertar o travessão.

Os donos da casa não sentaram em cima da vantagem e ficaram muito mais próximos de ampliar do que levar o empate. Cícero chegou a balançar as redes após nova cobrança de falta de João Paulo. A arbitragem assinalou impedimento que foi confirmado pelo VAR.

Após ser dominado no primeiro tempo, o Goiás voltou com postura mais ofensiva no segundo. E não demorou para Michael balançar as redes de Diego Cavalieri. O lance não teve impedimento, mas contou com um toque de não no início da jogada. Revisto pelo VAR, o lance foi anulado pela arbitragem.

No primeiro lance após a anulação do gol do Goiás, o Botafogo chegou ao segundo gol. Diego Souza deu bom passe para Bochecha, que finalizou em cima de Tadeu. No rebote, João Paulo, de cabeça, mandou por cobertura e estufou as redes: 2 a 0.

Após 2 a 0, o Goiás partiu para cima do Botafogo para tentar uma reação. E conseguiu. Após boa jogada pela direita, Michael finalizou para boa defesa de Cavalieri. O azar é que a bola ainda rebateu em Marcelo Benevenuto antes de entrar.

O gol do Goiás deixou o jogo vivo, mas o Botafogo tratou de ‘matar’ o duelo logo em seguida. Leo Valência havia acabado de entrar e marcou o gol que deu tranquilidade aos donos da casa. Cícero fez bom cruzamento, mas Diego Souza errou a cabeçada. Pimpão aproveitou e rolou para o chileno estufar as redes.

BOTAFOGO

Diego Cavalieri; Fernando, Marcelo, Gabriel, Yuri (Lucas Barros); Cícero (Allan Santos), João Paulo, Bochecha; Pimpão, Luiz Fernando (Leo Valência), Diego Souza. T.: Bruno Lazaroni (interino)

GOIÁS

Tadeu; Yago Rocha (Marlone), Fábio Sanches, Rafael Vaz, Jefferson; Gilberto, Yago Felipe, Léo Sena; Michael, Rafael Moura, Leandro Barcia (Kaio). T.: Ney Franco

Estádio: Nilton Santos, no Rio de Janeiro

Juiz: Rodrigo D’alonso Ferreira (SC)

Cartões amarelo: Cícero (Botafogo); Léo Sena (Goiás)

Gols: Gabriel, aos 31min do primeiro tempo, João Paulo, aos 19min, e Leo Valência, aos 35min do segundo tempo (Botafogo); Marcelo Benevenuto (contra), aos 31min do segundo tempo (Goiás)

To Top