Mais de 129 mil pessoas devem prestar Fuvest neste domingo

50
portalmixvaleultimasnoticias1200 (1)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Um dos vestibulares mais concorridos do país, a Fuvest, que abre as porta para a Universidade de São Paulo, terá sua primeira fase neste domingo (24). Algumas novidades marcam esta edição, como a impressão das provas em cores e o uso de reconhecimento facial para comprovar a identidade dos candidatos.
Para 2020, a USP oferece 11.147 vagas que serão disputadas por mais de 129 mil candidatos e treineiros, aumento de 1% no número de inscritos em relação ao ano anterior.
Ao todo, 117.019 candidatos disputarão as vagas, e outros 12.129 farão a prova para treinar. Entre os cursos mais concorridos, medicina lidera, seguido por psicologia, relações internacionais e audiovisual.
Diferentemente do Enem, que afere o conhecimento adquirido no ensino médio e serve como vestibular para as universidades federais, a Fuvest é realizada em duas fases e, na primeira, não há redação. São 90 questões de múltipla escolha com apenas uma resposta correta. Cada acerto contabiliza um ponto.
O coordenador do curso Anglo, Madson Molina, diz que a prova é bastante tradicional e que não vê grandes novidades que possam afetar o desempenho dos candidatos.
“O Enem segue habilidades e competências em que o conteúdo é pano de fundo. No caso da Fuvest, o conteúdo é o grande norteador das questões. A Fuvest é conteudista. O aluno precisa trazer esses conteúdos na memória”, diz.
Fernando da Espiritu Santo, gerente de inteligência educacional do Poliedro, concorda. Ele aponta que alguns conteúdos aparecem com maior frequência do que outros. “Em língua portuguesa, prioridade da prova, haverá questões sobre escolas literárias, interpretação de texto, pois a literatura é bem forte e sabemos que as leituras obrigatórias vão aparecer”, afirma.
“Já em matemática, chamam a atenção as equações de circunferências, funções, logaritmo. O interessante é que a prova da primeira fase cobra o que há de mais tradicional de cada matéria”, diz.
Levantamento quantitativo feito pelo Poliedro analisou as provas dos últimos cinco anos para mostrar quais assuntos e subtemas aparecem com maior frequência na Fuvest, considerando o tema principal de cada questão (e não os pré-requisitos para resolvê-la).
“Temos a impressão de que trigonometria e estatística caem bastante porque costumam ser muito discutidas”, afirma Espiritu Santo. “Essas questões chamam atenção, mas não aparecem muito como tema principal. Porém, em muitas questões os candidatos vão precisar de recursos da trigonometria.”
Ante a falta de novidade na prova da Fuvest, tanto Espiritu Santo quanto Molina apontam vantagem na introdução da impressão em cores, tornando gravuras e gráficos mais fáceis de interpretar.
A hora da Fuvest
A 1ª fase, neste domingo (24), traz 90 questões de história, geografia, português, inglês, matemática, biologia, química, física.
O exame tem que ser feito com esferográfica azul de tubo transparente. Lapiseiras e lápis podem ser usados em rascunhos
Os portões abrem às 12h30 e fecham às 13h; a prova dura cinco horas
É permitido levar alimentos leves e água; são proibidos relógio, gorro, bonés, chapéu, óculos de sol
Celulares são desligados e postos em envelope entregue por fiscais
O gabarito sai segunda (25)