Asia

França não excluirá Huawei de implementação de redes 5G

França não excluirá Huawei de implementação de redes 5G

PARIS (Reuters) – A França não seguirá os Estados Unidos e não excluirá a chinesa Huawei de sua rede de telecomunicações 5G, mas vai examinar todos os fabricantes de equipamentos para evitar qualquer potencial ameaça à segurança do país, disse uma secretária de Estado da Economia nesta segunda-feira.

O órgão regulador francês de telecomunicações, Arcep, iniciou a tão esperada venda do espectro 5G na quinta-feira, encerrando meses de intenso debate entre as operadoras e autoridades de telecomunicações do país sobre a melhor maneira de implantar a nova tecnologia de internet móvel ultrarrápida.

“Não miramos um fabricante de equipamentos”, disse a secretária de Estado vinculada ao Ministério da Economia, Agnes Pannier-Runacher, ao canal BFM Business, nesta segunda-feira. “Não há exclusão.”

“Há três fabricantes de equipamentos de telecomunicações ativos na França. A Huawei tem uma quota de mercado de 25%, há também Nokia e Ericsson. A Samsung ainda não está ativa na França, mas se interessa pelo 5G”, disse Pannier-Runacher.

“O governo não excluirá ninguém. Não estamos seguindo a posição dos Estados Unidos”, acrescentou. “Proseguiremos analisando caso a caso.”

As operadoras de telecomunicações terão que solicitar a permissão do gabinete do primeiro-ministro para seus projetos de rede 5G e receberão autorizações com base em considerações que envolvem a segurança nacional.

(Por Dominique Vidalon)

tagreuters.com2019binary_LYNXMPEFAO1RG-VIEWIMAGE

To Top