Preços do petróleo recuam com dados fracos de exportação da China
Europe

Preços do petróleo recuam com dados fracos de exportação da China

Por Jessica Resnick-Ault

NOVA YORK (Reuters) – Os preços do petróleo recuaram nesta segunda-feira, após dados mostrarem que as exportações chinesas registraram queda pelo quarto mês consecutivo, gerando nervosismo em um mercado já preocupado com os danos causados pela guerra comercial sino-americana à demanda global pela commodity.

Os contratos futuros do petróleo Brent fecharam em queda de 0,22%, a 64,25 dólares por barril, após terem avançado cerca de 3% na última semana, quando foram apoiados pelas notícias de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados vão aprofundar cortes de produção.

Já os futuros do petróleo dos EUA terminaram o dia em baixa de 0,3%, a 59,02 dólares o barril. Na semana passada, o WTI ganhou cerca de 7%, diante das perspectivas de menor produção pela Opep+, grupo formado pelos países da Opep e aliados como a Rússia.

As tensões repentinas desta segunda-feira vieram depois que dados alfandegários divulgados no domingo mostraram que as exportações da China em novembro recuaram 1,1% na comparação anual, ante expectativas de um avanço de 1% em pesquisa da Reuters.

“O dado comercial da China é um fator, certamente”, disse John Kilduff, sócio da Again Capital.

“Estamos quase caminhando para um precipício, com a possibilidade de novas tarifas (dos EUA sobre a China) entrarem em vigor no domingo. Esta será uma semana intensa”, acrescentou.

(Com reportagem adicional de Aaron Sheldrick e Noah Browning)

tagreuters.com2019binary_LYNXMPEFB81SQ-BASEIMAGE

To Top