Cultura

André Sturm será o novo secretário do Audiovisual

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O ex-secretário municipal de Cultura de São Paulo André Sturm será o novo secretário do Audiovisual do governo federal.
O convite foi feito pelo secretário especial da Cultura, Roberto Alvim, em um almoço com cerca de 30 representantes do setor cultural realizado nesta quinta-feira (12) em São Paulo, na Fiesp. Sturm aceitou na hora. O encontro foi promovido pelo presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf.
Sturm entra no lugar de Katiane Gouvêa, que foi exonerada na quarta (11). Ele é o quarto a ocupar o cargo no governo Jair Bolsonaro —além de Katiane, o diretor de cinema Pedro Henrique Peixoto e o produtor Ricardo Rihan também foram secretários.
​Sturm, que é programador do cinema Petra Belas Artes, em SP, foi exonerado da secretaria municipal no começo deste ano. Na ocasião, ele afirmou ter se sentido “perseguido” durante sua gestão. O cargo foi ocupado por Alê Youssef.
Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo em janeiro, Sturm disse que a razão principal para a sua saída foram os desgastes pessoais frente aos processos burocráticos da administração pública, também impingidos pelas investigações que estava respondendo no Ministério Público —embora as veja como algo natural para um agente no cargo que assumiu. “Esse é o preço que se paga por participar de um governo”, disse à época.
Ele havia assumido a pasta na gestão João Doria (PSDB) após passar pela direção do MIS (Museu da Imagem e do Som), cujo público havia ampliado de 40 mil (em 2009) para 446 mil (2016), com mostras interativas e de veia popular.
Também ficou conhecido por ter liderado movimento contra o fechamento do Cine Belas Artes, agora nomeado Petra Belas Artes, na esquina da avenida Paulista com a Consolação, até 2014 ameaçado pela especulação imobiliária.

To Top